2021/04/21

Outlook facilita intervalos entre reuniões

A MS quer corrigir a prática que ela própria incentivou durante anos, facilitando a criação de intervalos entre reuniões.

Crie-se um novo evento no Outlook e ele assumirá desde logo um bloco de 30 minutos, que muitas pessoas empresas assumem como sendo o ideal para preencherem completamente a sua agenda diária. Mas, a própria MS vem agora revelar que os seus estudos demonstram que blocos contínuos de reuniões, quer sejam presenciais ou via videoconferência, acabam por ser contraproducentes, e recomendam que sejam feitas pausas para evitar uma sobrecarga dos colaboradores.

A partir de agora, as empresas poderão definir regras de agendamento de eventos mais amigáveis, como definir um intervalo mínimo de 5 minutos após reuniões de 30 minutos, ou pausas de 15 minutos após reuniões de 1 hora. E no caso de terem liberdade para tal, cada utilizador poderá também ajustar as suas próprias regras (embora, em ambiente empresarial, seja seguro assumir que serão as regras da empresa a ter prioridade).

Com o tele-trabalho e reuniões via video-conferência, por vezes pode pensar-se que se podem fazer reuniões de forma quase contínua, sem "perder" o tempo que tradicionalmente poderia ser obrigatório perder em deslocações de um local para o outro. Mas, como este e outros estudos revelam, há que ter em conta que o cérebro humano não é uma máquina que possa funcionar a tempo inteiro sem algumas pausas para recuperar. A par de outros efeitos de longa duração das infecções por Covid-19 que só ao longo dos próximos meses / anos irão ser estudadas, há que fazer os possíveis para tratar o melhor possível a saúde mental como investimento imprescindível a longo prazo.

1 comentário:

  1. Ai... Reuniões online...

    Pessoalmente tenho tido dificuldade em digerir a falta de experiência e até ingenuidade da parte de alguns responsáveis de topo para conseguirem manter o foco e conseguirem manter a capacidade de síntese e não distender as reuniões para lá do tempo estritamente necessário.

    As pausas serão certamente benvindas.

    ResponderEliminar

[pub]