2021/05/25

MS usa GPT-3 para converter texto em comandos

Gostariam de escrever uma app explicando a um computador aquilo que gostavam que ela fizesse? A MS está a dar os primeiros passos nesse sentido, recorrendo ao versátil GPT-3.

O GPT-3 da OpenAI tem dado que falar por conta das suas capacidades impressionantes, como a de escrever artigos. Agora, a MS está a explorar esse poder para converter comandos em voz natural para comandos de computador, que podem ser encarados como sendo os primeiros, tímidos, passos no sentido de fazer programação a partir de conversas naturais.

Por agora a coisa é bastante mais simples mas não menos interessante, com o sistema a permitir fazer coisas como pesquisas complexas em bases de dados, dispensando a necessidade do utilizador dominar coisas como as queries SQL - que muitos saberão que se podem tornar num labirinto quase incompreensível. Um pedido de algo como "mostra-me clientes do país X com subscrição expirada" é automaticamente traduzida numa query adequada, evitando que o utilizador tenha que andar a escrever nomes de campos, bases de dados, e filtros.

Não é a primeira vez que algo deste tipo é feito, sendo que tanto o Excel, Power BI como o Google Sheets já contam com funções de pesquisa em linguagem natural. Mas desta vez, o objectivo é usar o GPT-3 para ir além daquilo que estas ferramentas permitem fazer. E não será difícil antever que, depois deste tipo de pesquisas e filtros, se possa começar a evoluir para coisas como pequenas automações e scripts, e depois imaginar onde será possível chegar no futuro: talvez chegando ao tal ponto em que se possa estar a falar com o nosso smartphone (ou óculos ou lentes de contacto VR) e pedir coisas do tipo: "cria uma app que possa tirar uma foto, apague as pessoas da imagem, faça uma pesquisa pelos prédios ou montanhas, e sobreponha informação sobre cada elemento descoberto na imagem".

... Ser developer ainda se arrisca a ser uma tarefa que passa a depender da capacidade de expressão falada ou escrita! :)

1 comentário:

  1. Faculdades de Engenharia a substituir os testes de admissão de matemática e fisica e quimica por portugues e ingles

    ResponderEliminar

[pub]