2021/06/23

Africrypt desaparece com milhares de milhões em Bitcoin

Dois irmãos responsáveis pela Africtypt desapareceram com 69 mil bitcoins valendo milhares de milhões de euros.

Pior do que assistir à queda do valor das Bitcoin para metade numa questão de semanas, será ver as as suas Bitcons desaparecerem - e parece ter sido precisamente isso o que aconteceu a todos os que confiaram as suas criptomoedas à Africrypt. Os dois irmãos responsáveis pela empresa desapareceram, deixando a suspeita de que se terão apropriado do dinheiro dos seus clientes, usando uma táctica que já foi utilizada no passado. Há alguns meses contactaram os clientes a dizer que foram alvo de um ataque que lhes roubou 69 mil bitcoins (cerca de 4 mil milhões de euros em Abril), e pedindo-lhes que "não contactassem as autoridades ou advogados" para "não prejudicarem o processo de investigação e recuperação do dinheiro" que estava a decorrer.

Ora, facilmente se percebe que pedir a um cliente que tenha pedido milhares (ou centenas de milhar) de euros para não contactar as autoridades ou advogados, é precisamente um dos melhores sinais de que deverá ser precisamente isso que devem fazer.

A dupla de jovens irmãos (um deles com apenas 20 anos) está desaparecida, e poderão ganhar fama indesejada caso se venha a confirmar que seja mesmo (mais um) caso de fraude de criptomoedas, superando amplamente o caso das 23 mil criptomoedas desaparecidas o ano passado na Mirror Trading International, outra empresa sul-africana.

Costuma dizer-se que toda a gente tem o seu preço. Para estes dois irmãos, parece que descobriram que o seu valor eram 4 mil milhões de euros. Mesmo considerando que nas últimas semanas esse valor tenha caído para metade, ainda dá cerca de mil milhões de euros para cada um! Nada mau para dois anos de trabalho, não é?

6 comentários:

  1. Nada como ter notas e moedas guardadas debaixo do colchão… :D

    ResponderEliminar
  2. Sim, a desvalorizarem com a inflação...

    ResponderEliminar
  3. Ora, facilmente se percebe que pedir a um cliente que tenha pedido milhares (ou centenas de milhar) de euros para não contactar as autoridades

    Em vez de "pedido" deveria ser "perdido". :)

    ResponderEliminar
  4. Nunca se põe a Bitcoin nas mãos de outras pessoas ou serviços.

    "Not your keys, not your coins"

    As chaves privadas devem estar guardadas em cold wallets (fora de computadores ligados à internet).

    Usem uma hardware wallet como a Bitbox.

    ResponderEliminar

[pub]