2021/06/24

Apple TV+ começa a ser a pagar em Julho

A Apple decidiu finalmente pôr à prova a fidelidade dos seus clientes, deixando de prolongar o período gratuito de acesso ao serviço Apple TV+.

O serviço Apple TV+ pode ter conteúdos de qualidade, mas tem sido repetidamente criticado por ter muitos poucos conteúdos, e que também sofreram com a pandemia Covid-19, que provocou atrasos nas temporadas. Por isso mesmo, a Apple tem prolongado o acesso promocional que ofereceu a quem comprasse um iPhone, iPad, Apple TV, mas que agora chega ao fim. A Apple está a contactar esses clientes, que até agora nunca pagaram directamente pelo serviço, de que o mesmo irá passar a ser cobrado a partir de 1 de Julho, no valor de €4.99 por mês - e, obviamente, podendo ser cancelado a qualquer momento.

O momento não foi escolhido por acaso. Há várias renovações que chegarão nos próximos meses, a começar pela segunda temporada do excelente Ted Lasso, que estreia a 23 de Julho, e outras nos meses que se seguem, como: See a 27 de Agosto, The Morning Show a 17 de Setembro, e a muito aguardada série Foundation, também em Setembro.


Será isto suficiente para manter a clientela a pagar pelo Apple TV+? Pessoalmente, parece-me difícil quando se tem alternativas como o Amazon Prime, por €3.99 / mês (ou €36 / ano), que oferece descontos na Amazon e também acesso ao Prime Video com um catálogo infinitamente mais recheado que o Apple TV+.

Se a Apple continuar a oferecer um ano de Apple TV+ com a compra de novos produtos, até poderá funcionar com um chamariz interessante; senão, imagino que vá passar uma "vergonha" da próxima vez que tiver que revelar (ou se fizerem estimativas) do número de clientes que pagam pelo serviço.

1 comentário:

  1. Devagarinho está a chegar lá, séries e filmes de excelente qualidade e o serviço com a melhor qualidade de imagem e som!

    ResponderEliminar

[pub]