2021/06/17

OnePlus formaliza relação com Oppo

Formalizando a relação que todos sabiam já existir, a OnePlus diz que vai passar a colaborar de forma mais integrada com a Oppo.

A relação entre a OnePlus e a Oppo nunca foi segredo, mas também nunca foi algo que era reconhecido oficialmente. Mas o ano passado Pete Lau, CEO da OnePlus, passou a ocupar também o cargo de SVP (Senior Vice President) da OPLUS, empresa que detém a Oppo, parte maioritária da OnePlus, e ainda a Realme. Com isso aumentaram as colaborações entre ambas as empresas, com a fusão de várias equipas, e que agora resultam no anúncio oficial de que se entra numa nova era da OnePlus, em que existirá uma maior proximidade entre ambas as empresas.

Na prática, pouco ou nada irá mudar face ao que já vinha a ser feito (na China os OnePlus 9 até já eram lançados com o ColorOS da Oppo). As empresas vão seguramente partilhar alguns modelos base que depois serão ligeiramente retocados para serem comercializados por uma ou outra marca; algo que a OnePlus já fazia, e tem passado a fazer com maior frequência, agora que também se expandiu para a linha Nord e se começa a tornar apenas "mais uma marca" igual a todas as outras, longe dos seus tempos áureos em que se dedicava a lançar os seus "flagship killers".

Talvez esteja na hora de aparecer uma nova empresa que replique a filosofia inicial da OnePlus, que nos traga modelos com hardware topo de gama a um preço que seja quase metade do que é praticado pelas demais marcas. A única atenuante é que, com a evolução do hardware, hoje em dia até modelos de gama média e média baixa (que até já trazem ecrãs de 90 Hz ou 12 0Hz) já oferecem prestações mais do que adequadas para o patamar de preço em que se inserem. Dito isto, um topo de gama a preço de gama média seria sempre um grande chamariz a que muitos não iriam resistir.

4 comentários:

  1. "Talvez esteja na hora de aparecer uma nova empresa que replique a filosofia inicial da OnePlus, que nos traga modelos com hardware topo de gama a um preço que seja quase metade do que é praticado pelas demais marcas."

    Não é isso que tem feito a Xiaomi com a gama POCO ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Apesar de não referido pelo Carlos mas sabendo que lhe dá bastante importância temos o SO. A OP tem como base o OxygenOS, bem diferente do que é dado pelos Xiaomis e Pocos

      Eliminar
    2. Fez com o F1, aproximou-se agora dessa linha com o F3.
      Como o Filipe referiu, depois há a questão do software, se bem que a próxima OnePlus se anda a perder neste campo.
      Bom mesmo era um novo Nexus :) , mas a Google não está para aí virada, nem os Pixel têm um rumo definido.

      Eliminar
    3. Luis, mais do que a aproximação do F3, o Poco X3 Pro é atualmente a melhor relação "Muscle"/preço do mercado, tendo em conta que por 219€ tens um Snapdragon 860 com 8GB de RAM e 256GB de Storage... Imbatível (in my humble opinion).

      Eliminar

[pub]