2021/08/20

Amazon "mata" nome Alexa para pessoas

A opção da Amazon de dar o nome Alexa à sua assistente digital está a levar à sua extinção na utilização para pessoas.

Ao longo dos décadas é natural ir havendo nomes que vão ganhando, e perdendo, popularidade; mas agora assistimos a um caso em que temos um nome que está a ser erradicado por opção de uma empresa tecnológica. Quando a Amazon decidiu designar a sua assistente de voz de Alexa, provavelmente não imaginava o impacto que isso iria ter nos anos seguintes. Curiosamente, nos EUA, no ano a seguir à apresentação da Alexa da Amazon em 2014, registou-se um aumento substancial do número de pessoas a serem registadas com o nome Alexa - mas seria um fenómeno passageiro.
Depois desse pico de Alexas em 2015, em que se passou de uma média de cerca de 1100 bebés com nome Alexa por milhão para mais de 1500, a tendência foi sempre decrescente. Bastaram dois anos para que o nome Alexa voltasse ao patamar considerado normal, mas o problema é que o decréscimo na utilização do nome tem continuado a cair, ano após ano, tendo caído para menos de 400 nomes por milhão em 2020.

De um nome relativamente popular, passamos para um cenário em que será cada vez mais difícil encontrar pessoas chamadas Alexa nas décadas que se seguem... e podemos agradecer à Amazon por isso.

2 comentários:

[pub]