2021/08/31

LineageOS 18.1 chega a mais Pocos, Xiaomi e Samsung

O LineageOS continua a ser uma das edições favoritas para quem quer manter o seu smartphone Android actualizado depois de ter sido esquecido pelo fabricante, e agora chega aos Poco F2, F3 e X3, e mais smartphones Xiaomi e Samsung.

Desde os tempos em que era conhecido por CyanogenMod, esta edição LineageOS do Android tem sido a salvação para muitos smartphones que ficaram encalhados em versões ultrapassadas do Android. Agora, a sua versão 18.1, baseada em Android 11, chega a mais uma série de smartphones, incluindo vários da Samsung, Xiaomi, Poco, BQ e Fairphone.

Samsung

Galaxy A5 (2017)
Galaxy A7 (2017)
Galaxy M20

Fairphone

Fairphone 3

BQ

BQ Aquaris X
BQ Aquaris X Pro

Xiaomi / POCO

POCO F2 Pro / Redmi K30 Pro / Redmi K30 Pro Zoom Edition
POCO F3 / Redmi K40 / Mi 11X
POCO X3 Pro

Apesar de Algumas das versões poderem demorar ainda vários dias a aparecer, será mais uma opção a ter em conta caso queiram escapar ao Android que veio instalado de fábrica no vosso smartphone; ou tão somente passar para um Android que se mantém actualizado, depois de ter passado o período de actualizações garantidas destes fabricantes.


5 comentários:

  1. Bom! Tem sido a boia salva-vidas a telemóveis que ficam ao abandono pelos fabricantes.

    Para mim e para familiares!

    A cada um que converto a LineageOS faço um donativo de 20€. Muito grata a este projecto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e isto é fácil de instalar? a ultima vez que andei nestes negócios, era sempre uma carga de trabalhos, desbloquear bootloaders, depois havia apps q nao funcionavam bem ou mesmo sensores. estas distribuicoes estão assim tão estaveis nos dias de hoje?

      Eliminar
    2. e vi agora que estas distro dizem "nightly". parece que nem ha uma "stable version" :( pelo menos para o poco f2

      Eliminar
    3. São e serão nighltly. Com buils semanais.

      A documentação oficial de dispositivos suportados é precisa e atualizada. Até ver tem sido seguir as instruções sem espinhas. Mesmo em casos particulares(como por exemplo os xiaomis que precisam de um método de unlock especifico) a documentação é clara e precisa.

      Eles têm menos devices mas têm sido muito mais criteriosos ao aceitar um dispositivo como oficial, o que é bom!

      Até o recovery deles agora valida se a rom a instalar tem a assinatura digital correcta.

      Eliminar
  2. Seria interessante um artigo sobre o e.foundation.

    ResponderEliminar

[pub]