2021/09/10

Cartões SD Express chegam quase aos 100ºC

Os cartões SD Express prometem velocidades próximos dos SSDs, mas vêm também com uma prestação literalmente escaldante.

Os cartões de memória têm aumentado de capacidade ao longo dos anos, mas além desse aumento de capacidade torna-se também necessário aumentar a velocidade de transferência, com os requisitos actuais a serem superiores ao que eram há uns anos (vídeo 4K, fotos de 50 MP+, etc.) O próximo passo evolutivo são os cartões SD Express, que adoptam o mesmo interface PCIe e NVMe usados pelos SSDs, mas que parecem ter problemas em lidar com o calor.

Os cartões SD Express podem ter velocidades de até 4 GB/s, mas os modelos de primeira geração ficam-se por valores mais modestos, de cerca de 900 MB/s em escrita e 400 MB/s - valores ainda assim bastante respeitáveis, considerando que se está a falar de um diminuto cartão de memória. Mas há um detalhe que está a surpreender pela negativa: a temperatura.
Em testes de uso prologado, descobriu-se que estes cartões SD Express chegam a atingir temperaturas de 96ºC! Temperaturas completamente inadmissíveis e capazes de causar graves queimaduras, mas que aparentemente passam pela certificação por serem produtos de dimensão reduzida.

Será algo a ter em conta por quem estiver a pensar investir nestes cartões SD Express, especialmente se for para aplicações com uso continuado prolongado - e resta esperar que as próximas gerações de cartões consigam manter e / ou melhorar o desempenho, mas mantendo temperaturas bastante mais reduzidas.

1 comentário:

[pub]