2021/09/27

Londres aplica reconhecimento facial retrospectivo

Enquanto alguns países vão proibindo o uso de reconhecimento facial em larga escala, na capital britânica expande-se a sua utilização para níveis "Big Brother".

A polícia londrina vai expandir a sua utilização de reconhecimento facial com um sistema da NEC chamado Retrospective Facial Recognition (RFR). Em vez de se limitar a fazer reconhecimento facial em tempo real nas milhares de câmaras espalhadas por Londres, este sistema aplica o processo a todo o histórico de imagens recolhidas ao longo dos anos. Com um simples toque de um botão, será possível ficar com um histórico de todos os locais e momentos em que qualquer pessoa foi detectada, criando um perfil temporal com meses ou anos.

Se isto parece assustador, mais assustador será relembrar que este tipo de informação já está acessível, para a maioria das pessoas, através do histórico de localização do seu smartphone - mesmo que tenha o registo de localização desactivado, pois pode ser (e é!) recolhido do lado dos operadores de telecomunicações, sem que nada se possa fazer quanto a isso, a não ser andar com o smartphone desligado (não chega tirar o cartão SIM, pois mesmo assim o smartphone regista-se nas redes para poder fazer chamadas de emergência). Mas em Londres, nem isso funcionará, a não ser que também comecem a andar com a cara tapada, o que já vai acontecendo por efeito da pandemia Covid-19.

Para os mais preocupados com a sua privacidade (além da sua saúde) talvez seja a desculpa necessária para que continuem a utilizar máscara na rua, mesmo que isso deixe de ser obrigatório.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]