2021/09/28

MS abre Windows Store a lojas de terceiros

Tirando partido de ter a loja menos utilizada, a MS lança uma indirecta à Apple e Google abrindo a sua Windows Store a lojas de terceiros.

Numa altura em que Apple e Google têm enfrentado processos por causa das regras impostas nas suas lojas de apps, a MS aproveita a jogada para se apresentar como elemento diferenciador. Para isso, e com a chegada do Windows 11, poderemos ver lojas concorrentes como a da Epic e Amazon ficarem disponíveis na Windows Store.

É uma medida bastante bem vinda, e que a MS opta por implementar antes que a tal venha a ser obrigada por eventual legislação que venha a surgir no decorrer dos processos contra a Apple e Google - como a que recentemente na Coreia do Sul obrigou a App Store da Apple a permitir pagamentos feitos por fora das apps, sem pagar comissões à Apple. Mas, importa relembrar que é também uma medida que demonstra a hipocrisia da Microsoft. A MS abre as portas da pouco utilizada Windows Store a lojas concorrentes, mas não faz o mesmo com a sua Xbox Store - nem tão pouco permite que pagamentos alternativos sem comissões se apliquem aos jogos.

Dito isto, será preciso ter em conta que, pelo menos no Windows e Android (ainda) é possível instalar o que bem se entender sem passar pela loja oficial da plataforma - coisa que no iOS nem sequer é possível. Mas seguramente tanto a MS como a Google estarão cheias de vontade de também tornar as suas stores como forma exclusiva de acesso, aguardando apenas a oportunidade certa para se aventurarem nessa exigência.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]