2021/11/17

CTT admitem tentativas de entregas falsas

Numa medida que se limita a reconhecer o óbvio, os CTT admitiram finalmente o problema das falsas tentativas de entrega de encomendas.

Quem faz habitualmente compras online já terá passado pela situação de receber a notificação de que a sua encomenda iria ser entregue em certo dia, ficado em casa o dia todo para a poder receber, e no final do dia receber um aviso a dizer que tentaram fazer a entrega mas que não estava ninguém em casa. É uma situação incrivelmente frustrante e que se vai multiplicando por todo o país (não afecta apenas os CTT).

Infelizmente, é também uma situação que se vai tornando cada vez mais frequente à medida que mais e mais pessoas vão fazendo mais compras online, sobrecarregando os serviços de entregas; e é fácil imaginar que os estafetas se vejam perante circunstâncias "insustentáveis", de serem obrigados a fazer entregas sem que sejam dadas condições para isso. Pessoalmente, até nem me incomodaria muito receber um aviso a dizer que a entrega prevista para o dia X só poderia ser entregue no dia a seguir; mas o que não se pode admitir é que seja falsamente dito que estiveram à porta a tentar entregar, quando na realidade não estiveram - mas admitir isso poderá penalizar os estafetas, e o próprio serviço, por não cumprir aquilo que era suposto. Os clientes não são inimigos dos estafetas, os estafetas não são inimigos dos clientes, há apenas que criar as condições para que o serviço possa ser executado dentro dos parâmetros que foram combinados.

Admitir publicamente que isto é um problema já é um importante passo para os CTT, mas o mais importante será fazerem as devidas mudanças para que isto deixe de ser um problema, quer seja através da contratação de mais estafetas para os períodos de maior trabalho (estamos prestes a chegar à época Black Friday e de compras de Natal), ou de um melhor planeamento que permita aos clientes saberem quando serão efectivamente feitas as entregas, sem que seja necessário recorrer a falsos relatórios de tentativas de entrega que nunca aconteceram.

17 comentários:

  1. Quantas vezes me fizeram isso, fiz sempre queixa. Ao contrário de provavelmente a maioria, eu tenho a "sorte" de ter cameras em casa e tenho mais que provas de que eles nunca meteram os pés à minha porta para tentar fazer a entrega. É preciso ser muito palhaço para tentar culpar as pessoas pela incompetência deles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já cheguei a receber mensagens do tracking de entrega de encomendas a mim próprio e a encomenda só me foi entregue dois dias depois. Infelizmente eu sei do que se fala, já fui carteiro assalariado e lembro-me bem das instruções que tinha.

      Eliminar
  2. Infelizmente, há várias transportadoras a usar o mesmo expediente. Penso que o fazem para não beliscar a sua reputação perante o cliente (o expedidor), uma vez que também ele segue a entrega com interesse com o objetivo de que a experência de compra do consumidor final seja positiva. O problema é que nós, na posição de consumidor final, estamos a reclamar desse expediente junto da transportadora, quando o deviamos estar a fazer junto do expedidor. É urgente desmascarar esta prática que as transportadoras estão a adotar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho conhecidos na Alemanha e França e (em muito menor caso) também tiveram dessas situações.
      A mim também me aconteceu ao receber uma encomenda receber que tentaram e não estava em casa, no entanto o indivíduo ainda estava na rua e fui-lhe perguntar como é que ele diz que eu não estava em casa, se eu estava, tinha livre e ninguém tocou à campainha. Ele veio com a desculpa de que talvez não tivesse carregado com força suficiente. Logo pedi-lhe a encomenda (tinha o CC) e ele confessou que não a trazia! Eram tantas encomendas que não seria possível entregar todas (pessoal insuficiente para poupar custos) e então têm essa estratégia para não ficar mal.

      Já outras (DPD) super pontuais, bons preços e até agora bem servido.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  3. LT900383432
    E o nun mero de uma encomenda que espero. SENTADO
    Serviço. Social mal prestado para quem recebe dinheiro para aquilo que não faz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1) o seu português deve ser revisto

      2) os CTT e outras entregas não são um serviço social. Se não está contente contrate serviços alternativos e reclame nos CTT no livro de reclamações + online.

      Eliminar
  4. É verdade várias vezes me aconteceu

    ResponderEliminar
  5. É só ridículo o CEO tentar empurrar a culpa para os estafetas!
    Das duas uma: ou os CTT têm a pior sorte do mundo e recrutam estafetas mentirosos de norte a sul do país, ou então é prática corrente da empresa de forma a mascarar a falta de pessoal.

    De todas as vezes em que isso me aconteceu limitei-me não só a reclamar em todas as vias possíveis (aos próprios CTT, livro de reclamações e vendedor) e incentivo toda a gente a fazê-lo (especial foco na reclamação junto de quem envia).

    No entanto, a ANACOM vai assobiando para o lado (chegou ao ridículo de me dizerem que os meus pais teriam de ficar 15 dias úteis sem receber correio em casa deles antes de poderem fazer alguma coisa!!). Isto só me leva a perguntar: para que serve um regulador que não regula?

    ResponderEliminar
  6. Acho uma falta de respeito comigo estafeta teve aqui em minha casa não me deixa o papel para receber na estação dos correios , já é a segunda vez que isto acontece só fico a saber que a encomenda voltar para traz porque a vendedora entra em contacto comigo já e a segunda vez que tenho que pagar os portos de envio todas as vezes que a Sra manda me a encomenda para minha direção,alguém devia chamar atenção aos estafetas que devem deixar o aviso no correio para eu poder levantar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há empresas que têm várias formas de mandar as encomendas aos clientes. Há serviços que a transportadora vai à porta a primeira vez, no dia seguinte volta a tentar a entrega e se a pessoa não está em casa vai devolvida ao remetente se o destinatário ficar a saber.
      Esse tipo de serviço que é vendido pelas empresas transportadora é que não devia ser permitido

      Eliminar
  7. Eu consegui a proeza de recrber uma sms a confirmar a entrega a uma sexta feira as 19h e depois de apresentar a devida reclamação em todos os canais possíveis receber na segunda feira.. Questiono p que teria acontecido se não estivesse em casa.. Ps. Nunca me responderam as reclamações.

    ResponderEliminar
  8. É de facto uma palhaçada onde não há culpados e ninguém dá a cara fui lesado em 100€ e fiquei sem o aparelho paguei as taxas e o IVA preenchi tudo do desalfandegamento e depois fazem o que querem isto meus amigos é uma fraude a céu aberto não há culpados e os CTT são em empresa reles onde inventa estas histórias falsas na realidade existe uma agenda por detrás desta farsa que é o de as pessoas não poderem fazer compras fora da UE essa é uma realidade já pedi o livro de reclamações perdi nos só o que comprei como o que paguei pelo transporte e os telefonemas vivemos num país onde os governos só querem dinheiro e tratam as pessoas como lixo para eles o importante é controlarem as massas de tal ponto que vemos a gasolina a 2€ porque não que o petróleo esteja a esse preço mas porque obrigam as pessoas a pagar como escravos somos escravos de um sistema corrupto e sujo onde eles os governantes e os que estão acima deles nos tratam como os idiotas úteis mas neste país ninguém fala ninguém questiona nada qualquer dia já nem podemos sair de casa e é isso mesmo que eles querem

    ResponderEliminar
  9. Enquanto ninguém fizer nada eles os CTT entre outros órgãos o que eles quiserem só falta eles comerem a sopa por cima das nossas cabeças somos gado de manada agimos como gado de manada acreditamos no que vemos na TV e no fundo 99,9% das notícias da TV são mentira e uma charada pegada andamos todos a dormir e fazemos o quelea querem éramos um povo guerreiro no passado e de conquistadores agora não o povo português está morto somos as mairionetas de uma matrix

    ResponderEliminar
  10. tanta vez que ja me fizeram isto e muitas outras, uma pessoa ainda reclama, protesta, chateia-se, perde tempo e no final não se resolve nada agradecem a compreensão dão uma palmada nas costas e um até logo. Os mesmos do costume saem lesados a empresa continua a gozar com o cliente e a entidade reguladora toca violino e a musica continua...

    ResponderEliminar
  11. Já fizeram isso comigo muitas vezes quando fazia muitas compras online. E por esse motivo e outros (como as taxas abusivas para desalfandegar) deixei de comprar na internet.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

[pub]