2021/11/04

Volante do Model 3 aplicado no Tesla Model S Plaid

Nem todos são fãs do volante rectangular da Tesla, levando a quem já chegasse ao ponto de aplicar o volante circular tradicional do Model 3 num Model S Plaid.

Poderá dizer-se que algo está mal quando uma marca automóvel "obriga" os clientes a serem especialistas em electrónica e programação para poderem ter um volante no seu automóvel, mas é mesmo o caso. Um cliente não se deixou desanimar pelo facto da Tesla se recusar a disponbilizar um volante tradicional como opção nos novos Model S e Model X, e meteu mãos à obra.

Neste caso, a "obra" consistiu em adaptar um volante de um Model 3 para funcionar num Model S Plaid, incluindo os controlos no volante e as hastes de piscas e luzes.


Curiosamente, o que levou a esta obra de engenharia que requer conhecimentos bastante especializados (foi necessário escrever um firmware para enviar os comandos correctos para o sistema do Model S, apesar de muitos dos sistemas serem compatíveis) nem sequer foi o formato do volante, mas sim os controlos dos mesmos, que são controlos "touch" que têm recebido bastantes críticas.

Talvez tudo pudesse ter sido resolvido com um menor grau de viragem que evitasse rodar completamente o volante - algo que se esperava que a Tesla fizesse com um sistema drive-by-wire, como o que entretanto a Toyota anunciou que vai usar no seu bZ4X eléctrico. Mas uma vez que não o fez, resta esperar que a Tesla disponibilize a instalação do volante convencional com os controlos físicos como opção.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]