2021/12/17

Apple quer fazer os seus chips wireless para se livrar da Broadcom

Tal como fez com o SoC principal, a Apple tem intenções de também conceber os seus próprios chips de comunicação wireless que dispensem a dependência na Broadcom.

A disputa com a Broadcom pode ter acabado num acordo (forçado) que permite à Apple continuar a usar os seus chips para as comunicações wireless, mas já se sabe que a Apple não aprecia dependências excessivas e que se irá "livrar" da Broadcom assim que for possível. Na altura, a Apple foi forçada a chegar a acordo com a Broadcom pois o seu plano de recorrer à Intel para criar estes chips revelou-se um total falhanço - e foi esse falhanço que terá sido a gota de água que levou a Apple a querer resolver o assunto por si própria.

Depois da aquisição da divisão da Intel, a Apple está a criar um novo centro para o desenvolvimento destes chips e a reforçar a equipa wireless, nem sequer tendo pudor em fazê-lo em Irvine na California, local onde a Broadcom e Skyworks, dois dos seus fornecedores de chips wireless, também estão presentes - facilitando a tarefa a engenheiros dessas empresas que se queiram mudar para a empresa da maçã.

Poderá demorar ainda mais alguns anos, mas será inevitável que mais tarde ou mais cedo se assistam a iPhones e iPads com chips wireless da Apple, tanto para as comunicações 5G como para o WiFi e Bluetooth - e todas as melhorias de eficiência que a Apple conseguir implementar serão seguramente aplicadas em produtos como os seus óculos VR e de realidade aumentada, onde a necessidade de consumos reduzidos será ainda mais crítica.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]