2022/01/18

Companhias aéreas alertam para catástrofe 5G nos EUA

Nos EUA as companhias aéreas continuam a acusar as operadoras de telecomunicações de poderem causar o caos nos voos com a activação de algumas frequências 5G que podem interferir com os altímetros dos aviões.

Depois de um primeiro adiamento, as operadoras preparam-se para começar a dar uso à banda-C do 5G, que as companhias aéreas dizem que irá interferir com o radar-altímetro de alguns aviões. É um cenário que as companhias aéreas apontam como sendo potencialmente "catastrófico", mas que as operadoras de telecomunicações desvalorizam.

Em primeiro lugar, o anúncio da utilização destas frequências 5G já foi anunciando há anos, com aprovação da FAA - e as companhias aéreas tiveram mais que tempo para fazerem os testes e actualizarem os equipamentos antigos que fossem susceptíveis a interferências. Em segundo lugar, estas frequências já estão a ser utilizadas na Europa, e não houve nenhuma catástrofe ou sequer queixume das companhias aéreas.
Há ainda que relembrar que o altímetro via radar é apenas um de vários equipamentos que os aviões utilizam para determinar a sua altitude, e que mesmo em caso de haver uma interferência neste sistema, a aeronave continuaria a ser capaz de voar em segurança.

2 comentários:

  1. Old news…. Já no tempo do 4G as companhias aéreas se queixavam de interferência, quando conseguiram cobrar as chamadas o problema desapareceu…

    ResponderEliminar

[pub]