2022/02/27

Elon Musk envia terminais Starlink para a Ucrânia

Com a invasão russa da Ucrânia, Elon Musk aproveita para relembrar as vantagens do serviço Starlink, permitindo acesso à internet sem dependência da infraestrutura terrestre.

Enquanto a Europa assiste incrédula a uma nova situação de guerra no seu território, a população ucrâniana vai vivendo dias de terror. Enquanto uns abandonam o território outros preparam-se para o defender, e considerando que os canais de comunicação se tornam num alvo preferencial, Musk refere que o serviço Starlink foi activado na Ucrânia e que está a reforçar o envio de terminais para o país.

Funcionando via satélite, o Starlink permitirá que a população ucrâniana (que puder pagar os €500 pelo terminal mais €100 de mensalidade) possa continuar a ter acesso à internet e à informação do resto do mundo - isto se a as forças russas não decidirem interferir.


Como vimos num caso recente, é extremamente fácil desactivar comunicações móveis utilizando "jammers" para interferir com as frequências pretendidas - e o mesmo se aplica aos sinais satélite como os usados pela rede Starlink.

6 comentários:

  1. Promessas desse gajo valem tanto como as de Putin, com sorte chama pedófilos aos ucranianos por não agradecerem da forma que ele quer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enfim cada vez mais pessoas vêem aquilo que eu vejo nele.

      Eliminar
  2. O que vale é que vozes de burro não chegam ao céu. O que fizeste tu para ajudar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanto quanto ele, porque é tudo treta.
      Só assim de cabeça, submarino pra gruta submersa (treta), máquinas oxigénio covid (treta)

      Eliminar
  3. A dor de cotovelo é lixada com F!!!

    ResponderEliminar
  4. Ontem ja chegou o carregamento de kits starlink à Ucrânia

    ResponderEliminar

[pub]