2022/02/20

Tesla já produziu 1M de baterias 4680

A Tesla anunciou que em Janeiro produziu o primeiro milhão de células 4680.

As novas células 4680 foram apresentadas pela Tesla em 2020 e são um dos componentes críticos para permitir a redução de custos dos automóveis - possibilitando, no futuro, o prometido Tesla de 25 mil dólares. Para isso apostam num formato de maiores dimensões que reduz o número de células necessárias por veículo, uma construção que permite que sejam utilizadas como parte integrante do chassis do automóvel dando-lhe rigidez, e - talvez mais importante - contando com um processo de produção em linha que possibilitará a sua produção em escala e velocidade.

A Tesla tem estado a afinar esse processo de produção, e agora anunciou já ter produzido a sua célula 4680 número 1 milhão.


Embora importante, não deixa de ser apenas um marco simbólico. Se se utilizarem 1000 células por veículo, um milhão de células dá apenas para mil veículos; o que demonstra a importância crítica da produção em escala - e porque motivo todos os outros fabricantes estão também com dificuldades em acelerar a produção de automóveis eléctricos. Mas, tal tem sido comum na Tesla, já estamos habituados a estes atrasos e lentidão no início, até que as coisas fiquem afinadas.

2 comentários:

  1. Já estamos é abituados as tretas do musk mas parece que alguns não!
    As baterias da Tesla não vieram trazer nada de especial, elas basicamemente duplicaram de tamanho e aumentou a capacidade um pouco mais que o dobro.
    Não é nada de especial o musk é que soube vender. Mas alguns olham pra Tesla como se fosse a Apple....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabia que aumentar com um rácio maior que 1 era mau agora.
      O mais engraçado no teu comentário é achares que a Apple alguma vez fez alguma coisa de especial. Obrigado por te identificares como idiota apple fanboy, fica mais fácil saber o nível de QI com quem estamos a discutir...

      Eliminar

[pub]