2022/03/12

Google livre do processo de cópia de letras de músicas

A Google livrou-se do processo da Genius apesar de ter copiado as letras de músicas que disponibilizavam.

A Google viu-se envolvida numa caso de roubo / cópia, com a Genius, empresa que disponibiliza letras de músicas, a dizer que a Google estava a copiar as letras que disponibilizava - algo que a Google negava fazer. Para o comprovar, a Genius recorreu a um método original, usando dois tipos de apóstrofos diferente (direito e curvo ' ’) inseridos nas canções, que codificavam a expressão "red handed" que significa apanhado em flagrante, em código Morse.

No entanto, apesar de ter eventualmente copiado as letras das músicas, a Google livrou-se do processo pois o painel de juízes considerou que a Genius não é detentora dos direitos de autor sobre as canções, já que pertencem aos músicos que as escreveram. E apesar da Genius licenciar o seu uso, o seu trabalho não representa alteração significativa que lhes permita reclamar direitos de autor sobre as mesmas.

A Google continua a manter a sua posição de que licenceia as letras das canções através da empresa LyricFind; e com este caso parece ficar demonstrado que, desde que se pague por esse direito a uma empresa, pode-se copiar o trabalho de outra sem qualquer repercussão legal.

1 comentário:

  1. Incrível, chegámos a isto:

    "... desde que se pague por esse direito a uma empresa, pode-se copiar o trabalho de outra sem qualquer repercussão legal."

    ResponderEliminar

[pub]