2022/03/18

Nvidia BaM quer usar SSDs como memória dos GPUs

A Nvidia está a propor um novo sistema - BaM : Big accelerator Memory - para tratar os SSDs como memória directamente acessível pelos GPUs.

O BaM (Big accelerator Memory) da Nvidia funciona de forma idêntica ao DirectStorage da Microsoft, no sentido em que ambos pretendem agilizar o acesso dos GPUs a dados guardados em SSDs NVMe de alta-velocidade. Mas neste caso, o objectivo não é acelerar jogos mas sim aplicações de computação de larga escala em data centers.

Este sistema poderá tornar muito mais eficientes cenários de computação com terabytes ou petabytes de dados, que se tornariam mais demorados usando os sistemas de transferência tradicionais passando pelos CPUs, ou muito mais dispendiosos (ou impraticáveis) se necessitassem de ter os guardar inteiramente em RAM.
De certa forma, acaba por ser mais um passo no sentido de ter sistemas com memória unificada em que tudo é tratado como RAM acessível imediatamente, independentemente de estar efectivamente em RAM ou num SSD. Veremos de que forma isto poderá influenciar os sistemas operativos doméstivos a longo prazo.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]