2022/04/12

Apple Watch sem pressão sanguínea este ano

Deverá ser necessário esperar até 2024 ou 2025 para se ter medições de pressão sanguínea no Apple Watch.

O Apple Watch foi o primeiro smartwatch a disponibilizar a medição de ECG, mas quanto à pressão sanguínea as coisas estão mais demoradas. Apesar dos rumores que indicavam que isso pudesse chegar no Apple Watch deste ano, há novas indicações que referem que a Apple não está satisfeita com o nível de precisão das leituras, e que irá aguardar mais uns anos, atrasando essa funcionalidade para 2024 ou 2025.

Embora alguns smartwatches já ofereçam a medição de pressão sanguínea, uns fazem-nos mediante um processo complicado em que é necessário trocar a bracelete; e outros alertam para a necessidade de calibrações regulares, ajustando os valores em comparação com um medidor de pressão sanguínea tradicional. Um problema que a Apple quer contornar, não efectuando medições "exactas" da pressão sanguínea, mas alertando apenas em caso de ser detectada uma variação anómala da mesma que recomende verificar o que se passa - ao estilo do que faz quando detecta frequência cardíaca elevada sem que exista actividade física que a justifique.

Tal como esta funcionalidade, também a leitura do nível de glucose no sangue, que faria sucesso instantâneo entre os diabéticos, parece estar ainda a anos de distância; pelo que as novidades deste ano deverão centrar-se em funcionalidades de software e análise dos dados que já são recolhidos pelos Apple Watch no mercado, e não na recolha de dados adicionais.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]