2022/04/04

Xiaomi também abranda apps como a Samsung

Também a Xiaomi se arrisca a ser banida dos resultados do Geekbench por abrandar certas apps e acelerar outras.

Depois de recentemente se ter descoberto que a Samsung continua a insistir em limitar o desempenho secretamente em certas apps - naquilo que dizer ser apenas uma "optimização" das apps - e que lhe valeu a remoção da tabela do Geekbench - é agora a vez da Xiaomi, que também está a praticar tácticas idênticas.

Tácticas que são facilmente detectadas ao se utilizarem apps com nomes alterados, que fazem o sistema pensar que são outras, e que revelam a aplicação de diferentes perfis de desempenho. Por exemplo, o Geekbench a fazer-se passar pela app da Netflix obtém um resultado de 733/3065, mas se se identificar como o jogo Genshin Impact, passa a ter um resultado de 1119/3468 num Xiaomi 12 Pro. Num Xiaomi 12X parecem existir ainda mais níveis de desempenho diferenciado, com os resultados a variarem entre 700, 800 e 980, dependendo da app que o benchmark simular.

A Xiaomi tenta minimizar o caso dizendo que os equipamentos aplicam diferentes tipos de perfis em função das apps e condições, mas mais uma vez o que está em causa é que isso seja feito em segredo e sem qualquer controlo por parte dos utilizadores. A Samsung já disse que iria disponibilizar opções para quem quisesse desactivar a "optimização", esperemos que a Xiaomi faça o mesmo e seja mais transparente quando ao modo de desempenho em que os seus smartphones trabalham em cada app.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]