2022/06/24

Publicidade responsável por 10% da energia gasta pela internet

Além das criptomoedas, também a publicidade online tem um peso significativo no gasto energético de toda a internet.

Nos últimos anos as criptomoedas têm sido recorrentemente apontadas como sendo um desperdício de energia, mas há quem relembre que existem muitos outros elementos da nossa actual internet que também o fazem. Um estudo refere que a publicidade pode representar cerca de 10% de todo o consumo energético da internet, e que isso deveria ser revisto tendo em conta as preocupações com a sustentabilidade e eficiência.

Eu até diria que, além da publicidade, também os scripts destinados a fazer surgir o popup dos cookies, milhares de milhões de vezes por dia, com os correspondentes cliques, e que têm que ser processados pelos computadores e representam comunicações adicionais com os servidores, deverão ter um impacto nada negligenciável - e que facilmente poderia evitar terabytes de dados transferidos por dia (e nem vamos falar dos sites que, mesmo para uma imagem de thumbnail que apenas será vista em tamanho reduzido, utilizam uma imagem de alta-resolução com megabytes).

Há imensos desperdícios a todo o nível, umas vezes causados por total despreocupação, outras vezes devido a simples ignorância. Do lado dos utilizadores, o resultado é poderem recorrer a um ad-blocker com a justificação adicional que o estão a fazer para poupar energia e contribuir para um futuro mais sustentável.

1 comentário:

  1. Ao menos a publicidade geram vendas, criam se produtos, gera emprego etc. As cripto moedas continuam a poluir o mundo, com os seus esquemas de ponzi.

    ResponderEliminar

[pub]