2022/08/13

Satélite espião russo espia satélite espião dos EUA

Um satélites espião russo posicionou-se a cerca de 10 metros de distância de um satélite espião norte-americano.

Muitos portugueses já estarão familiarizados com aqueles fenómenos de pessoas que decidem que o melhor espaço numa praia deserta é a poucos centímetros do local que escolhemos, ou de se colarem à traseira do automóvel com aparente intenção de nos empurrar para ajudar a poupar combustível. Mas desta vez, são os militares norte-americanos a ficarem irritados com algo idêntico, no espaço.

Um satélite espião secreto norte-americano está agora a ser seguido por um satélite espião russo, que se terá aproximado a uma distância "perigosa" de pouco mais de 10 metros.

Esta não é a primeira vez que a Rússia envia satélites espião para espiar outros satélites espiões, e este tipo de espionagem não é exclusiva do espaço, não faltando relatos de casos em que agências de diversos países colocam "escutas" nos cabos submarinos intercontinentais. Mas, mais que nunca, é um daqueles casos em que todos gostam de fazer aos outros aquilo que não gostam que os outros façam a si.

1 comentário:

  1. Sempre me questionei acerca dos individuos que se colam ao meu carro. Pelos vistos estão a ser simpáticos e amigos do ambiente! :DD

    ResponderEliminar

[pub]