2022/08/18

Streaming supera TV por cabo nos EUA

Nos EUA, o tempo passado nos serviços de streaming superou pela primeira vez o tempo passado a ver canais de TV tradicionais.

Segundo os dados da Nielsen, Julho tornou-se num marco histórico para os serviços de streaming nos EUA, passando a liderar o tempo à frente dos televisores com 34.8%, à frente dos canais por cabo (34.4%) e canais normais (21.6%). Embora no passado o streaming já tivesse superado os canais normais, esta é a primeira vez que o streaming ultrapassa os canais por cabo. Algo que já era previsível há algum tempo, face aos movimentos de "abandono" dos canais por cabo em troca de um serviço de internet e serviços de streaming.
Apesar de estar em modo "de crise" com a perda de subscritores, a Netflix ainda mantém a liderança na tabela com 8%, seguida do YouTube com 7.3%, Hulu com 3.6%, e Amazon Prime Video com 3%. Só depois surge a Disney+ com 1.8% e HBO Max com 1%. Isto referente ao tempo passado a ver conteúdos, e apenas em televisores, não abrangendo os conteúdos vistos em dispositivos móveis ou através do browser.

Uma coisa é certa, para as novas gerações parecerá verdadeiramente pré-histórico que, em tempos não muito distantes, se tivesse apenas 2 canais à disposição, que tinham uma grelha de programas que nos obrigava a esperar até ao dia certo e hora certa para ver algo (assumindo que não havia atrasos), e que ao fim da noite encerrava a emissão até ser reaberta no dia seguinte.

1 comentário:

  1. Sempre que leio notícias sobre a evolução das audiências de canais de TV recordo-me logo desta fantástica malha do Bruce Springsteen:

    https://youtu.be/YAlDbP4tdqc

    ResponderEliminar

[pub]