2022/08/08

Windows pode corromper dados nos CPUs mais recentes

A Microsoft está a alertar para o risco de corrupção de dados ao se utilizar o Windows 11 e Server 2022 com as mais recentes gerações de CPUs.

O Windows está a continuar a sua tradição de trazer funcionalidades indesejadas e dispensáveis. E, depois de ter obrigado milhões de pessoas a actualizarem-se para hardware mais recente ao abandonar o suporte dos CPUs mais antigos, presenteia-as com esta notícia de que esta combinação pode levar à corrupção de dados.

O problema estará relacionado com as novas instruções Vector Advanced Encryption Standard (AES) (VAES), afectando dados encriptados. E embora a MS tenha disponibilizado uma solução de desenrasque, o efeito secundário é que as operações de encriptação passem a demorar o dobro do tempo, o que não será propriamente aquilo que qualquer utilizador ou empresa esperará do seu investimento no hardware mais recente.

A MS diz que essa questão do desempenho já foi resolvido no mais recente Preview Update. Mas, com todo este historial de "surpresas" a cada nova actualização, não se poderá censurar os utilizadores de ficarem receosos com toda e qualquer actualização, interrogando-se: "que novo problema é que vamos ter desta vez?"

1 comentário:

[pub]