2022/09/07

Apple apresenta iPhone 14 e 14 Pro com SOS via satélite

A Apple apresentou os novos iPhone 14, que confirmaram os rumores que circulavam, e que chegam com envio de alertas de emergência via satélite.

Tal como era indicado pelos rumores, para este ano a Apple optou por manter o chip A15 do ano passado na gama iPhone 14 normal, que também abandona o tamanho mini e passa a ter um modelo Plus (vá-se lá perceber porque o iPhone 14 tem um modelo Plus, mas o 14 Pro tem um modelo Max). Passa a ter câmaras melhoradas, e câmara frontal com auto-foco. A Apple aposta que as câmaras, e novo tamanho, sejam suficientes para manter o interesse dos consumidores, a par de uma grande novidade: serviço de SOS via satélite.
Tanto o iPhone 14 como o 14 Pro passam a ter serviço de envio de mensagens de emergência via satélite, que pode demorar entre vários segundos a vários minutos a enviar mensagem, e que conta com um sistema que auxilia o utilizador a manter o iPhone correctamente apontado para um satélite. (No campo das coisas ridículas que a Apple parece não ser capaz de evitar, a empresa da maçã chegou a dar destaque a um "sistema de compressão" que reduz o tamanho das mensagens para demorar menos tempo a serem enviadas!)

Mas, o sistema em si será interessante e útil, e também permite a partilha da localização para quem tiver por hábito ir para zonas remotas sem cobertura de redes terrestres. O que não foi referido é se estará disponível globalmente em todos os países (a Apple refere que nos EUA terá centros que farão a gestão destas comunicações, com operadores a fazer os pedidos por voz se necessário) e quanto mais é que se irá pagar por isso.
No iPhone 14 Pro confirma-se o recorte alongado no ecrã em vez do notch, que a Apple inteligentemente conseguiu voltar a transformar num elemento diferenciador. O "furo" não se limita a apresentar indicadores da câmara e microfone entre as câmaras, mas transforma toda a zona de recorte numa zona de notificações dinâmica que se expande e contrai dependendo das situações, e que parece resultar bastante bem. A Apple chama-lhe Dynamic Island, e assumindo que não será atormentada por bugs, será algo que seguramente outros fabricantes irão sentir-se inspirados a replicar.

O iPhone 14 Pro vem com ecrã always-on, que pode atingir brilho máximo de 2000 nits, novas câmaras que tiram partido de um sistema melhorado de fotografia computacional "Photonic Engine", novo chip A16 mais potente e eficiente, detecção de acidentes, e um flash com 9 elementos LED que pode ajustar a intensidade e alcance em função dos elementos a fotografar.
Com a chegada dos iPhone 14 desaparece de cena o iPhone 11.

O iPhone 14 vai começar nos $799, o iPhone 14 Pro começará nos $999 (vergonhosamente mantendo a capacidade base de 128 GB). O iPhone mais económico continuará a ser o iPhone SE, com preço base de $429.

Actualização: Já temos os preços para Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]