2022/09/01

AXA incendeia Model S com explosivos para demonstrar "riscos" da bateria

A companhia de seguros AXA está a ser duramente criticada, por ter encenado uma demonstração de um Tesla a incendiar-se após um acidente - na qual trocou a bateria por explosivos pirotécnicos.

Para criar uma campanha mediática sobre os riscos de incêndio das baterias dos automóveis eléctricos - potencialmente para justificar prémios mais elevados nos seguros dos eléctricos, apesar dos dados demonstrarem que os veículos eléctricos se incendeiam 200 vezes menos que os carros a combustão - a AXA teve a (in)feliz ideia de fazer uma demonstração completamente falsa.

No vídeo criado, vemos um Tesla Model 3 a capotar e, passados alguns momentos, a lançar um jato de fumo seguido de uma explosão incendiária.


Só que, tudo não passa de um verdadeiro espectáculo montado ao estilo dos filmes de Hollywood, onde a própria AXA confessa que "por motivos de segurança, foi usado um engenho pirotécnico para causar a explosão", ignorando por completo o "pequeno detalhe" de que o carro, muito provavelmente, não se incendiaria num acidente daquele tipo.

A única coisa que a AXA deveria anunciar, é que um carro equipado com explosivos preparados para explodir, irá mesmo explodir - independentemente de ser eléctrico, a combustão, ou até se for um carro de cartão.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]