2022/09/30

USB diz adeus ao SuperSpeed para simplificar

A entidade que gere o USB vai livrar-se da velha referência SuperSpeed para tentar reduzir a confusão entre os consumidores.

A universabilidade do USB torna-o num dos sistemas mais versáteis para ligação de equipamentos, actualmente podendo ser usado não só para transferência de dados como também para carregamentos de elevada potência (até 240 W) e transmissão de vídeo. E agora, parece estar na hora de abandonar algumas coisas do passado.

Para simplificar o processo de saber as capacidades de equipamentos e cabos, deixará de haver referência a coisas como o SuperSpeed ou até mesmo o USB4. Em vez disso será feita referência às coisas que descrevem directamente as capacidades, nomeadamente: a largura de banda / velocidade, e potência de carregamento.
Assim, teremos apenas referência a algo como USB 5Gbps / 10Gbps / 20Gbps / 40Gbps; e se suporta carregamentos de 60 W ou 240 W.

No entanto, há uma excepção à regra. O velho USB 2.0 "Hi-Speed" será mantido como era. Se lhe fosse aplicado a mesma regra, passaria a ser USB 480 Mbps, que poderia baralhar alguns consumidores e levá-los a pensar que seria mais rápido que os "40 Gbps". Portanto, nesse caso, os equipamentos e cabos poderão manter a designação tradicional.

Ter também em conta que tudo isto se aplica apenas aos produtos certificados pelo USB-IF, o que representa apenas uma pequena parte dos produtos no mercado. Pelo que, poderemos ainda continuar a ver produtos com designações USB4 / SuperSpeed, e outras coisas, por mais algum tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]