2022/10/18

Apple lança iPad full-screen com USB-C

A par dos iPad Pro M2, a Apple lançou um novo iPad, que diz adeus ao botão Touch ID na frente para adoptar o formato "full-screen".

Quem se assustar com o preço dos iPad Pro tem uma opção bastante mais económica sob a forma deste novo iPad. Com um ecrã de 10.9", adopta um design idêntico ao dos iPad Pro, despedindo-se do característico home button na frente e, tal como nos iPad Pro, abandonando a ficha Lightning e adoptando o USB-C (que seria inevitável tendo em conta as exigências da UE para os próximos anos). O que não se aplica é o Face ID, com este iPad a manter o Touch ID, agora no botão de power lateral que não rouba espaço nas margens do ecrã.

No interior encontramos um chip A14, evolução ao A13 do iPad de 9ª geração do ano passado, equivalente ao que era usado nos iPado 12. Como já vai sendo habitual, a Apple não compara a melhoria de desempenho com o modelo do ano passado, optando por dizer que é 3x mais rápido que o iPad de 7ª geração de 2019 - mas podemos desculpar isso, considerando que a maioria das pessoas manterá os seus tablet por vários anos e não os trocará de ano para ano.
Nas câmaras temos uma câmara frontal de 12 MP centrada com o iPad na horizontal, e câmara traseira de 12 MP com vídeo 4K. E temos um novo teclado que tem a particularidade de incluir uma linha com teclas de funções acima da linha de teclas numéricas.

Curiosamente, a Apple vai continuar a comercializar o iPad com home button, o que pode ser explicado pelo facto deste novo modelo ter preço a começar nos 599 euros. Quem quiser o teclado terá que lhe somar mais 299 euros. O anterior iPad de 9ª geração com home button tem preço a começar nos 449 euros.

1 comentário:

  1. Um completo exagero, em especial se comparamos com algum iPad Pro com 120 Hz em segunda mão, o preço do teclado exorbitante ou concorrência. Eu tenho um Samsung Tab S6 lite que acabou de receber o One UI 4.1.1, tem modo DeX, vem já com pen e custa metade...

    ResponderEliminar

[pub]