2022/10/06

Boston Dynamics contra a utilização dos robots com armas

A Boston Dynamics, e outras empresas de robótica aliaram-se numa posição contra a aplicação de armas em robots autónomos ou operados remotamente.

Com a evolução dos robots humanóides, nos quais a Boston Dynamics tem sido pioneira, e que até empresas como a Tesla prometem lançar no mercado a custo reduzido nos próximos anos, é inevitável imaginar que seria uma questão de tempo até que comecem a ser utilizados em cenários de guerra ou policiamento, equipados com armas.

Talvez por isso, e procurando evitar esse cenário, a Boston Dynamics, a par de empresas como a Agility, ANYbotics, Clearpath Robotics, Open Robotics, lançou uma carta aberta que condena a aplicação de armas em robots, citando os riscos e as considerações éticas de tal medida. No entanto, é preciso ter em conta a linguagem utilizada, e que especifica deliberadamente a aplicação de armas a "robots de uso geral", o que desde logo deixa de fora todos os robots concebidos de origem para uso militar ou policial.

No fundo, pretende apenas evitar que, na perspectiva de qualquer pessoa poder comprar um robot humanóide (ou não humanóide), não seja demasiado fácil poder equipá-lo com armas e mandá-lo gerar o caos e matar todas as pessoas que consiga encontrar na rua. Só que, infelizmente, isso parece-me um cenário inevitável, como já foi repetidamente demonstrado no passado, em que haverá sempre pessoas dispostas a utilizar todas as tecnologias à disposição para conseguirem os seus objectivos: quer seja transformando veículos em bombas, ou aviões, ou - como tem acontecido mais recentemente - drones.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]