2023/01/21

NAS de 2 discos com Raspberry / Orange Pi

Usando micro-computadores como o Raspberry / Orange Pi e uma caixa impressa em 3D, torna-se simples criar o próprio NAS doméstico.

Já tivemos inúmeros exemplos, que se vão repetindo a intervalos regulares, que nos relembram que não podemos confiar nas promessas da cloud. Invariavelmente, qualquer lar mais tecnológico acaba por ter que evoluir no sentido de acrescentar um NAS para centralizar informação, guardar colecções de fotos, músicas, vídeos, backups, e tudo o mais, sem ficar dependente de um serviço que pode mudar as regras a qualquer momento (ainda recentemente tivemos o caso da Xiaomi desistir das gravações na cloud que prometia aos utilizadores das suas câmaras de vigilância).

Embora seja possível encontrar NAS a preços interessantes, hoje proponho-vos este projecto de como criar um NAS com um Raspberry / Orange Pi.


O projecto é algo trabalhoso, pois opta por fazer as coisas como devem ser feitas, a nível do sistema de alimentação, etc. Mas, a grande vantagem é que podem sermpre espreitá-lo para verem como foi feito, e depois adaptarem à medida do que precisarem.

4 comentários:

  1. a resposta ao teu "para?" é tão simples mas tão simples que é demasiado complexa para os fabricantes que vendem NAS.... actualizações!!

    ResponderEliminar
  2. Sim, como se um de uma marca conhecida tivesse pouca actualizações... o meu é duma marca simples e teve (e vai recebendo) várias actualizações durantes os 6 anos que o tenho. Ainda há uns poucos meses recebeu uma de segurança e correcção de alguns bugs. Eu lá preciso de estar a gastar tempo a montar um e logo ter 20 updates ao ano....

    ResponderEliminar
  3. Sendo certo que existem opções a preço acessível, a possibilidade de montar um de raiz é particularmente interessante para todos os que gostam de conhecer a fundo todos os detalhes do processo.
    Nada como ter opções e poder dar utilização a material que até está encostado.

    ResponderEliminar
  4. Também sou da ideia de que artigos que nos ensinem a reutilizar material mais antigo lá por casa, são preciosos.

    Ricardo Miguelito, qual é o aparelho? Obrigado.

    ResponderEliminar

[pub]