2023/01/13

Porsche considera usar apps Google nos carros

Representando uma reviravolta completa, a Porsche parece estar a considerar integrar apps da Google nos seus automóveis, como Google Maps e Google Assistant, dispensando a necessidade de ligar um smartphone ao carro.

A Porsche está em negociações com a Google para incluir as apps e serviços do gigante tecnológico directamente no sistema de infotainment dos seus automóveis. Isto permitiria aos condutores terem acesso a serviços como o Google Maps de forma directa, sem necessidade de terem um smartphone ligado ao carro via Android Auto ou CarPlay.

A medida parece natural mas torna-se inesperada por, anteriormente, a Porsche ter dito que não incluiria apps da Google nos seus carros porque a Google exigia o acesso a demasiados dados sobres os utilizadores e os veículos. Mas, ou a Porsche aceitou essas condições, ou a Google estará mais predisposta a recolher menos dados, tendo em conta os inúmeros processos que tem enfrentado na Europa quanto ao acesso, recolha e utilização de dados sobre os utilizadores.

Refira-se que a medida não abrangerá apenas a Google, já que também estarão em cursos negociações idênticas com a Apple, Tencent, Alibaba e Baidu.

O que é certo é que, se isto se vier a confirmar, acaba por ser o reconhecimento de que as marcas automóveis não têm capacidade para competir com os gigantes tecnológicos a nível de plataformas de apps, e terão que encontrar um ponto intermédio em que consigam conviver mutuamente. Uma das teria boas oportunidades de o conseguir fazer seria a Tesla, já que não seria preciso muito adicionar uma "app store" aos seus automóveis.

3 comentários:

  1. A receita deste bolo parece que tem ingredientes em falta:
    - As apps não funcionam a 100%, nem são atualizadas, sem um ligação à internet, se não é via smartphone do condutor é como? Cheira a subscrição extra a pagar em 3, 2, 1...
    - Se houver, porque há, bugs e glitches nas apps (e cada vez são mais frequentes, parece que a versão release é o novo beta) quem responde? A Porsche ou a Google? Ou vão empurrar um para o outro?
    - É verdade que as versões do sistema de navegação dos fabricantes (pagas a peso de ouro a empresas externas) são na maioria das vezes menos atualizadas e confiáveis que o G Maps, Waze, Apple Maps mas são uma alternativa a quem não quer usar o smartphone, sendo assim acaba essa opção...
    - Não entendo o racional por detrás de promover o não ser necessário usar o smartphone. Quem é que não tem um dispositivo desses nos dias de hoje? O fabricante automóvel sugere usarem a app da marca, abrir o carro com o smartphone, pré-climatizar o carro,... mas depois na hora de conduzir não precisam de o ter?
    Se é por questões de privacidade e dados pessoais... cada um está no seu direito de se proteger, mas basta ter um smartphone, smartwatch, fazer umas pesquisas no laptop em casa ou no trabalho usando a conta pessoal, usar o multibanco ou a via verde e as big tech ficam a saber quase tudo sobre nós...
    Por isso parece-me mais uma decisão financeira ou de marketing do que propriamente uma tentativa de evolução tecnológica e foco na privacidade e conforto do cliente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é mais facil, barato e rápido actualizar o google maps do que algo vendido pela Porsche.
      Depois quem tem um Porsche não esta minimamente preocupado com valores mensais
      Por cada um estar no seu direito de se proteger esta no seu direito comprar um carro e nao ter que estar preocupado com isso, é um carro nao confundir um telemovel

      Eliminar
  2. A Tesla (que é um dos principais rivais da Porche) apesar de terem um sistema operativo costumizado (baseado em Linux) também usa o Google Maps, e as funcionalidades face aos sistema de GPS tradicionais são inegáveis, seja Gmaps seja Waze, manter um sistema operativo exclusivo com as respetivas apps de navegação sempre atualizadas e capazes de fazer frente às apps dos smartphones durante a vida do carro é um trabalho muito complicado e dispendioso. Até a BMW que andou anos a dizer que era compativem com Apple Carplay e não com Android Auto (apesar dos novos modelos já terem ambos). Já veio dizer que os futuros modelos vão trazer Android Automotive de origem... (mas disseram que não iriam usar as apps do Google, vamos ver... :)

    ResponderEliminar

[pub]