2016/06/03

Alfândega em Portugal, porque funcionas tão mal?


Neste mercado global onde a compra de produtos fora da União Europeia é cada vez mais comum, dá-se o caso caricato de termos um serviço de alfândega que parece cada vez mais incapaz de lidar com essa situação, multiplicando-se os relatos do seu mau funcionamento - e deixando muitos portugueses na desesperante situação de nem sequer poderem fazer nada quanto a isso.

Há que reconhecer que o trabalho dos serviços alfandegários não deverá ser fácil, e que não tenham mãos a medir com a avalanche de encomendas oriundas de países extra-comunitários. Dito isto, há que ter consciência de que são um serviço que é essencial para o país, e que tem a obrigação de funcionar bem. Infelizmente, não nos faltam casos surreais que demonstram a total incapacidade da alfândega saber lidar com as situações que vão surgindo - e mais preocupante ainda, vão-se multiplicando as reclamações que aparecem na nossa mailing list.

Num dos casos mais recentes temos um leitor que recebeu o aviso para desalfandegamento no dia 1 de Abril (curiosamente, o dia em que publicamos o nosso caso "surreal). Nesse mesmo dia enviou a documentação pedida e esperou. E esperou... e esperou...

Mais de um mês mais tarde, a 16 de Maio, não tendo ainda obtido qualquer informação adicional (nem a encomenda) enviou email a perguntar qual o motivo de tanta demora; email que foi considerado uma "reclamação" e que seria alvo de "análise".

Mais umas semanas se passam, e eis que ontem (2 de Junho), ao verificar o tracking number, descobre que a encomenda tinha sido alvo de nova expedição internacional - ou seja, a mesma foi devolvida ao remetente, ignorando por completo os documentos que foram fornecidos, o contacto adicional a perguntar pelo motivo de tanta demora, e sem qualquer aviso ou contacto adicional!


Ou seja... que ferramentas se têm para lidar com estas situações, em que os serviços alfandegários não só dão seguimento ao processo que deviam, como nem sequer ligam aos pedidos para esclarecer a situação? Isto é completamente inaceitável - e a demonstrar que não é caso único (para além das outras reclamações que vão surgindo na mailing list), também eu tenho um produto que parece estar "no limbo" da alfândega há quase um mês, e que também não tem obtido qualquer resposta aos emails a solicitar informação sobre o processo (isto para uma encomenda que foi originalmente enviada há quase 2 meses!)

23 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Porque? Porque funcionas tão mal? Fiquei a saber quase o mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso mesmo é que é uma pergunta... acho que todos os portugueses gostavam de saber.

      Eliminar
  3. Aconteceu precisamente o mesmo com uma camara IP, enviei os documento via GMAIL e fiquei tranquilo, tempo passou, passou quando dei conta ja estava a ser devolvida e agora quem foi culpado? CTT ou GMAIL!!!
    Fiz reclamação aos ctt que me indicaram que não tinham recebido quaisquer documentos e questionaram se tinha recebido o email noreply com o aviso de receção, e por acaso não tinha recebido mas no pedido que eles enviam com as instruçoes não indica que temos que receber essa tal confirmação para que seja validada.
    O que é certo é que fiquei a arder com 20 e tal euros que não foram devolvidos pelo vendedor, e que não consegui ativar o seguro do paypal pois já tinha passado o prazo para o fazer.

    Serviu de emenda, neste momento todas as compras efetuadas no ebay e aliexpress vindas dos paises fora da comunidade são seguidas em pormenor para que não passe o tempo de proteção, caso não chegue peço o reembolso.

    ResponderEliminar
  4. Posso desde já dizer que no dia 2/3 de Abril recebi o aviso dos correios a solicitar os documentos para desalfandegar e passado 1 mês e meio não recebi qualquer tipo de contacto nem encomenda. Tive de contratar um despachante de Lisboa para me ir directamente à alfandega e só assim é que olharam pro meu processo. Passados poucos dias lá recebi nova carta dos correios a dizer para ir lá levantar e pagar 36€ por uma encomenda de 15€... Se não fosse o despachante a esta hora já tinha sido devolvida como relata o caso.

    ResponderEliminar
  5. http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT80037 (vale o que vale).

    ResponderEliminar
  6. Eu queixo-me do mesmo isso já aconteceu comigo, foi preciso muitos telefonemas para os CTT e emails e mesmo assim foram umas 5 semanas para conseguir receber a encomenda, que pesadelo...

    ResponderEliminar
  7. Isto é um "problema" transversal a todos ou quase todos os países do Mundo, EUA, Brasil, Alemanha, França, Reino Unido, não são diferentes, por vezes até são mais rigorosos e exigentes, então em material contrafeito, não certificado, etc nem se fala, testem o sistema Americano...!

    Mas lá está é mais fácil meter a cabeça na areia e dizer que é só em Portugal, o eterno fado Português...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De pouco nos serve dizer que há países muito piores (ou melhores) que os nossos - os problemas dos outros não desculpam o que por cá funciona mal. A alfândega é um desses casos, e é preciso que isso mude.

      Ou aceita-se que aconteçam casos como os que temos relatado - como o de pedirem documentos para uma encomenda que nem eles próprios identificam, nem deixam reenviar para o Porto para se poder identificar pessoalmente, depois aceitando documentação que nem coincide com o produto? É mesmo uma balbúrdia total... Quase que mais valia simplesmente dizerem logo: "olhe, nem precisa mandar documentos nenhums, pague X, porque é isso que nos apetece cobrar hoje!"...

      Eliminar
    2. julgo que ninguém está a colocar em causa o pagamento do(s) imposto(s) devido(s), o problema é que demoram muito tempo a processar as encomendas... mais de 3 semanas desde que chegam a Portugal, e depois mais 1 semana para enviar a carta com o que é necessário para levantar... ou seja, temos uma encomenda que atravessa o mundo em poucos dias e que depois fica retida semanas, meses, pela ATA...

      Eliminar
  8. Tenho uma encomenda na alfandega desde a primeira semana de Abril. Já enviei os documentos, já avisaram que os receberam e que está em análise. Já enviei e-mail a perguntar a demora, e disseram que iam reenviar para o departamento para análise, até agora! Por acaso consegui um refund do eBay, logo qualquer desfecho não fico a perder, mas a demora é terrível. Já tive casos de alfandega que foram 2 semanas também.

    ResponderEliminar
  9. Apesar de haverem contactos que podem indicar o contrario (internacional@ctt.pt), os ctt já nada têm haver com desalfandegamento, que é da inteira responsabilidade da Autoridade Tributária e Aduaneira.
    Qualquer tentativa de contacto nos ctt (p.ex. nos balcões), resulta em ser mandado para aquela parte, pois eles não conseguem obter qualquer informação da alfandega.
    A única forma de fazer pressão é apresentar uma queixa para o n. de contacto. Comigo resultou com a desculpa da "passagem de ano cheia de volume de encomendas anormal"
    Pela explicação que tive de uma funcionaria, a responsabilidade passa apenas para os ctt apenas após o desalfandegamento, não obstante o "nº local" ser um código dos ctt pesquisavel no tracking do site.
    Quem processa os internacional@ctt.pt são funcionários dos ctt que apenas enviam a informação para quem de direito; infelizmente é normal não responderem a nada, ou responderem com respostas tipo.
    Com tanta burocracia e funcionalismo publico (herdado pelos ctt ou existente na alfandega) é natural o cliente pagar o pato.

    ResponderEliminar
  10. Tenho uma TV Android box que foi encomendada no dia 13 de Abril e que chegou a Portugal a 15, no dia 19 para os CTT e a 20 para a Alfandega. Recebi e respondi à carta no dia 13 de MAIO e recebi confirmação a 20.
    Nem sei o que fazer mas estou como todos os outros, os 60 dias estão a expirar (Aliexpress) e nem sei se tenho direito a algo já que eles não se responsabilizam pelos serviços de Alfandega, segundo o que já li por aí.

    ResponderEliminar
  11. Coisas com algum valor, em que 50€ não tenham grande impacto, o ideal é mandar vir por uma boa transportadora, tipo TNT, que trata de tudo disso em 1 dia, e vos faz a entrega à porta.... gasta-se nor portes, poupa-se na confusão dos nossos serviços.

    ResponderEliminar
  12. Só por isso,e para não ter "chatices", não faço já mais compras on line, e ainda pagando mais(nem sempre) prefiro comprar na Fnac, na Worten, ou na Kepphones.
    Já chega de que inúteis comam o nosso dinheiro,e ainda nos gozem.
    Esta é a minha posição.

    ResponderEliminar
  13. Só por isso,e para não ter "chatices", não faço já mais compras on line, e ainda pagando mais(nem sempre) prefiro comprar na Fnac, na Worten, ou na Kepphones.
    Já chega de que inúteis comam o nosso dinheiro,e ainda nos gozem.
    Esta é a minha posição.

    ResponderEliminar
  14. Aconteceu me o mesmo.
    Chegou a portugal uma android tv a dia 31 de Janeiro. Enviei tudo o requisitado e mandam no de volta em maio...
    Mesmo depois de 6 ou 7 mails para ctt e serviços alfandegários...

    ResponderEliminar
  15. Greetings!

    Tenho reparado que compras de pequenas coisas no UK ou na França demoram imenso a chegar.
    Ainda há dias recebi uma pequena peça para um portátil que demorou mais de 15 dias a chegar da França.
    A culpa não foi do vendedor porque o envelope estava carimbado 1 dia depois de eu ter pago.

    Desde que os serviços de correios foram privatizados, quer cá como lá fora, os tempos de envio são uma miséria.

    Comprar na Europa demora quase tanto como comprar da China.

    Curiosamente os serviços de correio que trabalham bem são os dos países de Leste. Compras feitas a vendedores da Estónia, Letónia ou Polónia, chegam cá em menos de 1 semana. Por vezes 2 a 3 dias apenas.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  16. O que é que funciona bem neste país?
    Segurança Social, Finanças, Alfândega, até mesmo o próprio governo.
    Resposta ninguém a tem, mas o que era mesmo preciso era remodelar estes serviços de forma a funcionarem melhor e com o mínimo de pessoas possível. Muita coisa pelo que me parece é feito com papéis e mais papéis e com mão humana e ninguém que trabalha nos serviços públicos é de confiança, se fosse informatizado seria mais rápido e talvez mais confiável, mas tendo em vista o tipo de sistemas usados cá em Portugal que andam sempre a falhar, não sei não.

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde.
    Fiz uma compra na MacSales (EUA), de 52 dólares que foi enviada via USPS.
    A mesma saiu dos EUA no dia 04/Junho/2016. Tenho a indicação que chegou a Portugal no dia 11/Junho/2016.
    Por asneira minha pedi envio normal sem tracking, porque o mais barato que tinha era de $21 dólares.
    A MacSales indicou-me que a mesma deveria demorar 45 dias a chegar (16 de Julho). Agora indicam que não sabem onde anda a encomenda e que não há prazo limite para recepção da mesma.
    Indicaram que podem enviar nova encomenda via DHL e que suportarão os custos de uma nova encomenda e do respectivo envio
    Da minha parte como se processará a entrega da encomenda via DHL até mim ? Terei que pagar IVA + Taxas DHL correcto ? Se receber entretanto o 1o pacote terei que suportar os custos de o enviar novamente para a MacSales ?
    Compensará solicitar o envio de um 2o pacote, ou aguardar que chegue o 1o, que às tantas pode chegar entretanto.. se é que chegará algum dia...

    ResponderEliminar
  18. Estou neste momento com uma segunda encomenda a caminho de ser enviada de volta ao remetente. Não existe forma de resolver nada com estes indivíduos. A minha primeira encomenda ficou retida e enviei toda a documentação como eles me pediram. Nada me foi dito, fiz uma reclamação e continuei a insistir quase diariamente em que me diziam sempre para aguardar. Passado quase 3 meses enviaram a encomenda para tras. Esta segunda vai pelo mesmo caminho, nao consigo obter qualquer resposta. Isto é ridiculo! O pior é não existir ninguém que se respnsabilize por estas situações, deviamos fazer uma petição para criar algum tipo de solução para estes problemas.

    ResponderEliminar
  19. Já há uma petição com 964 assinaturas...
    Fim do tempo excessivo na Alfândega para encomendas Internacionais
    http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT80037

    ResponderEliminar

[pub]