2016/11/06

NASA completa teste inicial do telescópio espacial James Webb


A NASA passou mais um ponto crítico no processo de criação do James Webb, o novo e maior telescópio espacial que nos permitirá ver ainda mais longe no nosso Universo e ajudar-nos a revelar mais alguns dos seus segredos.

O James Webb conta com um espelho principal com mais de 6 metros de diâmetro (composto por 18 módulos hexagonais) e que lhe dá uma área de 25m2, que ganha melhor expressão quando se refere que o Hubble tem apenas uma área de 4.5m2 - e que já assim nos revelou as fantásticas imagens que conhecemos.

Este telescópio é incrivelmente complexo, em parte devido à necessidade de manter as mais baixas temperaturas possíveis para que os seus sensores de infra-vermelhos não tenham interferências do Sol; e para isso contará com um escudo térmico do tamanho de um campo de ténis, com múltiplas camadas, que conseguirão manter os seus sensores perto do zero absoluto. Mas antes de se chegar a esse ponto ainda há muitos testes para fazer, e foi precisamente isso que a NASA acaba de fazer com o primeiro teste do James Webb.

Este teste é critico pois serve para ficar com o ponto de referência do seu desempenho, que servirá de base para avaliar se os futuros testes, de simulação das vibrações do lançamento, afectarão negativamente o telescópio, cujos espelhos necessitam de estar alinhados com precisão microscópica.

... Mas só de ver todo o processo de "desdobramento" do James Webb quando chegar ao espaço, e com tanta complexidade das diversas operações, não como não ficar preocupado com tudo o que pode correr mal! Esperemos que não seja o caso, e que todos os testes sejam superados e que o seu lançamento seja feito com sucesso. Se tudo correr bem, a partir de 2018 teremos uma nova visão do Universo! :)




Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]