2016/11/19

SpaceX quer criar rede de internet gigabit por satélite


A SpaceX não está esquecida do seu projecto de criar uma rede de internet via satélite (que já contou com o investimento de mil milhões da Google) e avança com o pedido de autorização para poder colocar 4425 satélites em órbita.

É uma quantidade astronómica de satélites, e que só se tornará economicamente viável se se conseguirem fazer lançamentos de "baixo custo" - como a SpaceX tanto se tem empenhado em desenvolver com os seus foguetes reutilizáveis, pelo que, de certa forma, todos estes projectos acabam por estar interligados.

Ao contrário das ligações de internet via satélite actuais, esta nova rede ficaria posicionada numa órbita muito mais baixa (cerca de 1200km em vez dos 35 mil km de outros satélites) o que permitira ter comunicações de baixa latência. A SpaceX diz que a sua rede permitirá ter pings de 25-35ms, o que a torna equivalente à maioria dos operadores terrestres. Para além disso, cada satélite teria capacidade para fornecer velocidades entre 17 e 23Gbps para o solo, o que permitiria fornecer velocidades de 1Gbps aos clientes finais.

Só ficar a faltar um preço competitivo e estaremos perante uma verdadeira revolução mundial no campo das comunicações, que passa literalmente "por cima" de todos os restantes operadores. Faltando apenas saber se a SpaceX teria intenções de comercializar este serviço directamente, ou se optaria por uma solução mais tradicional de disponibilizar o serviços aos operadores existentes, recebendo apenas pelo uso da sua infraestrutura. (Conhecendo-se a personalidade de Elon Musk, não me parece que a sua intenção seja manter as coisas como estão.)

3 comentários:

[pub]