2017/01/11

Apple já descobriu o problema da variação da autonomia nos MacBooks Pro


A Apple já detectou o que se passava no caso dos testes feitos pelo Consumer Reports norte-americano, que deu nota negativa aos mais recentes MacBook Pro por descobrir que a sua autonomia tanto durava 19h num testes como 4h na repetição seguinte.

Os resultados eram intrigantes e fizeram com que a Apple iniciasse uma investigação para averiguar o que se passava, que felizmente já deu resultados. Para melhor simular a visita de milhares de sites diferentes a Consumer Reports desactiva a cache do browser, e existia um bug no Safari que nestas condições podia originar as drásticas alterações na autonomia.

Actualização: a culpa era do GPU.

A Apple diz que se trata de um problema que não deverá afectar os utilizadores em circunstâncias reais, uma vez que a opção para desactivar a cache nem está facilmente acessível (nem será recomendável desligá-la para uso normal) - e entretanto os campos dividem-se sobre se os testes feitos pela Consumer Reports estarão a ser feitos da forma mais correcta, ao desactivar uma opção que será gravemente penalizadora da autonomia. O que é certo é que qualquer "teste" servirá apenas como referência, uma vez que o tipo de utilização varia imensamente de pessoa para pessoa (há pessoas que podem passar a vida no Facebook ou YouTube, outros que visitam centenas de sites diferentes por dia, outros ainda que passam o tempo em sites com jogos em Flash). Neste caso, o mais importante é que foi detectado um bug, que a Apple já corrigiu.

Agora é só esperar que a Consumer Reports faça os novos testes e publique os resultados, sendo que o mais provável é que estes se aproximem dos valores máximos obtidos nos testes anteriores, o que deixará os novos MacBook Pro muito bem posicionados, como era a sua "tradição".

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]