2017/09/18

iPhone X facilita a vida às imitações?


O iPhone é um dos smartphones mais facilmente reconhecido em todo o mundo e não faltam fabricantes a copiar o seu design; com o iPhone X, o desaparecimento do característico "home button" poderá simplificar-lhes o trabalho.

Por agora o iPhone X destaca-se da maioria dos smartphones por ser um dos poucos (por agora) que adopta um ecrã "total"; mas bem sabemos que o número de smartphones de baixo custo a adoptarem ecrãs idênticos tem vindo a crescer de forma exponencial nos últimos meses: tanto com modelos que replicam o design "edge" da Samsung, como o do Mi Mix da Xiaomi - sendo apenas uma questão de tempo até que também eles tenham acesso a ecrãs que permitam replicar o design completamente sem margens do iPhone X.

No fundo, acaba por ser apenas mais uma consequência do "fim do design dos smartphones" à medida que se vão tornando apenas num ecrã a 100% (estranhamente - na visão da Apple, o iPhone X que demonstra o futuro, continua a ter uma câmara saliente). O que isto permite é que, praticamente qualquer smartphone com ecrã deste tipo, que suporte a aplicação de temas, permitirá recriar um ecrã inicial que poderá ser uma cópia fiel do que se tem num iPhone X - nem sequer faltando a replicação do corte no topo do ecrã (sim, há quem se tenha dado ao trabalho de aplicar uma simulação do corte nos Android!)



Por agora, ainda não há pressas... para além do preço elevado, a alta probabilidade de muitos clientes poderem ter que passar meses à espera de um iPhone X faz com que muito provavelmente estas cópias do iPhone X possam surgir na mesma altura em que o seu fornecimento se começar a regularizar. E depois será fácil ter um smartphone "com aspecto de iPhone X" por um preço muito mais acessível.

... E daqui por mais um ano ou dois, veremos se a "morte do design dos smartphones" terá tornado irrelevante escolher um smartphone com base na sua aparência ou se, pelo contrário, terá dado origem a que surjam modelos com aspecto mais radical precisamente para se diferenciarem (sabemos que a Samsung tem planos de apresentar um smartphone com ecrã dobrável já em 2018, por exemplo.)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]