2010/07/04

Análise ao iPhone 4


iPhone 4 chegou, e como não podia deixar de ser, não escapou ao nosso fundo de gadgets, sendo que um de vocês em breve irá ter igualmente este rico brinquedo nas mãos.

Update: já podem ver que tal o iPhone 4 se comporta face ao Galaxy S


Já muito se disse e falou sobre esta nova geração do popular  e bem sucedido iPhone (apresentação do iPhone 4), pelo que... vou focar-me apenas nas novidades ou nas características que acho mais dignas de destaque.

Nota: Uma vez que o iPhone ainda não está oficialmente disponível em qualquer operador, convém verificarem se estão a usar o APN correcto; que no caso da Vodafone é o net2.vodafone.pt




O Design

Por muito que eu gostasse do design do iPhone 3G/3GS, principalmente devido às suas linhas sóbrias e ausência de botões, não há como negar que o novo iPhone dá um enorme salto em frente - ao ponto de fazer as gerações anteriores parecerem meros "brinquedos de plástico".

Mais fino e elegante, o novo iPhone 4 é um simétrico bloco monolítico de vidro e metal que não deixará ninguém indiferente.



Por outro lado, as arestas do vidro frontal e traseiro estão agora expostas... fazendo que em caso de queda ou impacto "azarado" estejam muito mais susceptíveis a rachadelas. Quem preferir jogar pelo seguro tem uma longa lista de capas de protecção disponíveis... incluindo umas oficiais da Apple (a preço de roubo!)


Há também que relembrar que este iPhone 4 dá uso aos novos cartões microSIM, ainda mais pequenos que os habituais cartões SIM. Como os nossos operadores andam um pouco atrasados nesta área (neste momento apenas o disponibilizam para planos de dados - vocacionados para o iPad 3G) nada como meterem mãos à obra e transformarem o vosso cartão SIM em microSIM.


O Hardware


Os smartphones são um autêntico feito da engenharia, e o iPhone 4 não é excepção. A Apple conseguir reduzir ao mínimo o espaço necessário para os seus componentes electrónicos, deixando a maior parte do espaço para a bateria.


O novo iPhone 4 conta agora com um processador ainda mais rápido o Apple A4 (o mesmo do iPad - mas que aqui se supõe funcionar a velocidade ligeiramente inferior para poupar bateria.), o dobro da memória (512MB), uma nova câmara de 5Mpixels - que abandona a corrida aos "megapixeis" e se preocupa mais com a eficácia em situações de baixa luminosidade - com flash LED; uma segunda câmara na parte frontal, e um giroscópio que promete detecção de movimentos de forma ainda mais fiável que o conseguido apenas com os acelerómetros. Mas a novidade que imediatamente salta à vista é o novo LCD IPS retina display.


O Ecrã - Retina Display

Uma das grandes novidades... o novo ecrã "retina display" com quatro vezes mais resolução na mesma área de ecrã e que torna o iPhone 4 num dispositivo de "alta-definição" - onde, para todos os efeitos, os pixeis com uma densidade de 326ppi deixam de ser visíveis a uma distância normal de visualização. Dito de forma simples: onde anteriormente tinham um pixel, agora passam a ter quatro.

O resultado: Impressionante!

Não há foto ou vídeo que vos possa demonstrar este efeito e só mesmo visto ao vivo. A descrição mais fiável será dizer que é semelhante a estarem a ler uma revista impressa em papel glossy de alta-qualidade.



Este efeito é ainda mais pronunciado pelo facto do ecrã, touchscreen, e vidro protector serem agora uma peça única. A imagem parece estar na superfície, em vez de estar "atrás de um vidro". Novamente, um efeito que só pode ser plenamente apreciado "ao vivo".


A polémica Antena do iPhone 4

Muito tem dado que falar. O facto das partes metálicas do iPhone 4 serem agora antenas, e o toque da mão alterar as suas características, muitas pessoas se têm queixado que tocando em pontos críticos as chamadas vão abaixo ou as páginas deixam de carregar.

A Apple já veio confirmar que há efectivamente um bug na forma como as barras são apresentadas, que explica porque motivo o sinal exibido pode passar das 5 barras para apenas 1 (ou nenhuma.)

Actualização: a Apple cedeu e vai oferecer capas de protecção gratuitamente.

No entanto, isso é apenas uma questão de "visualização"... e apenas significa que, por agora, qualquer análise com base nas "barras" que aparecem no ecrã é para esquecer. Uma coisa é a indicação do sinal - mas o mais importante é efectivamente o sinal real.
Há um excelente artigo sobre tudo isto aqui: atenuação da Antena no iPhone 4



Testando a recepção em rede celular (seria bom se a Vodafone me metesse "3G" cá em casa, mas o sinal é fraquinho - o que até é bom para estes testes):


Testando a recepção em WiFi (só porque sim...)



Mas agora em tom mais sério, os resultados dependerão mais da qualidade do sinal do que propriamente da forma como cada um de vocês pega no telemóvel: admito que haja quem possa achar confortável pegar nele da forma que propicie este "worst case scenario"; e nesse caso - e se viverem numa zona com rede bastante fraca -  a solução será mesmo utilizar uma capa protectora para evitar esta atenuação.

Para a grande maioria dos casos continuo a afirmar que não me parece que isto seja "problema", e a única diferença que irão notar é a melhor qualidade de recepção/transmissão das chamadas.
Em vários pontos da casa onde anteriormente não podia fazer chamadas com o 3G/3GS, com o 4 posso efectuá-las perfeitamente.


Quanto às velocidades em 3G... o iPhone 4 com o HSUPA de Categoria 6 deixa o 3GS a quilómetros de distância. Bastará dizer que nalguns testes consegui obter velocidades de uppload superiores a 3Mbits/s!
Mas, a média tem sido downloads de 1.5-2.2Mbits, e uploads de 1-1.5Mbits (e claro que dependerá bastante do congestionamento a célula em questão.)



As câmaras

O iPhone passa finalmente a contar com uma câmara frontal (VGA) que... pronto... não é nenhuma referência de qualidade, mas que passa a permitir a realização de videochamadas utilizando um sistema que a Apple denominou de Facetime e que a Apple disponibiliza como formato aberto para que seja implementado por quem o desejar.
Como curiosidade: esta câmara frontal dá uma imagem invertida... sem dúvida para que pareça mais natural, como se fosse um "espelho".

Na parte traseira é que temos a câmara mais interessante. De "apenas" 5 Megapixeis, e com um Flash/Iluminador LED, esta câmara permite gravar vídeo em HD 720p a 30fps... e a melhor surpresa é a sua qualidade mesmo em condições adversas de pouco luminosidade.
(Tenho que vos informar que existe também um bug conhecido na câmara, que faz com que o white balance seja incorrectamente calculado, fazendo com que as imagens por vezes surjam amareladas - e que é visível no ecrã, com o iPhone a tentar "calibrar" os brancos, e alternando continuamente entre cores reais/amareladas - espermos que este bug seja corrigido no update prometido para breve.)

Algumas fotos em comparação com o anterior 3GS.


E para verem os "milagres" que faz no escuro (cliquem nas fotos para as verem em resolução total)
Enquanto no iPhone anterior apenas se viam uns reflexos, no iPhone 4 consegue perceber-se o objectos (se não conseguirem ver diferença é porque o vosso monitor não presta. ;P :)

Claro que... no iPhone 4 temos a vantagem de agora existir Flash:
(Pronto, até saiu amarelada, já dá para vos mostrar o bug!)


Quanto a fotos e video no exterior: (E até as podem comparar com as do HTC Desire).

Foto do iPhone 4 (Cliquem para full-resolution)



Video HD do iPhone 4

Relembro que passam também a poder editar os vossos vídeos directamente no iPhone 4 com o iMovie (que por enquanto está apenas disponível na App Store Americana.)


Autonomia

Contrariamente ao que se possa pensar, todas estas coisas novas vieram acompanhadas de uma melhoria na autonomia do iPhone 4.


E demonstrando que o multitasking tardou mas cuja espera foi justificada, até a autonomia nestes casos praticamente duplicou:


Conclusão

Considerando-se que muitas das novidades do iPhone 4 são na realidade novidades do iOS4, que introduz inúmeras novas funcionalidades e melhoramentos: como é  caso das pastas, os diversos modos de multitasking, etc; o iPhone 4 - mesmo com todos os seus atractivos (novo design, e particularmente o retina display) acaba por ser uma actualização que se adivinhava "obrigatória" face à concorrência cada vez mais apertada dos Android.

Para quem tem ainda um iPhone 3G ou "2G" e aguentou até agora, então sem dúvida que está na altura de fazer o upgrade. Para quem já tem um iPhone 3GS, a quem o iOS4 veio trazer muitas das novidades, a questão torna-se mais complicada... Na minha opinião pessoal, nem que fosse só pelo retina display, já valia a pena o upgrade. Aliando-se ao novo design (que considero mais atractivo), à velocidade e memória extra... parece difícil conseguir resistir-se a este novo iPhone.

Claro que nem tudo são rosas: sendo um iPhone, há um certo número de requisitos que somos obrigados a aceitar. O sempre indispensável iTunes (que se por um lado facilita algumas coisas, por outro lado é uma inconveniência cada vez maior para quem não quer estar dependente de um PC) - embora haja indícios de que a Apple esteja a preparar um iTunes web na cloud, que poderá muito bem corrigir este problema. Temos ainda a questão da App Store da Apple, cujas manias dão frequentemente que pensar, ao não aprovar Apps "sem nada de especial", ou retirando aquelas que muito bem entende - e que impede a adição de funcionalidades muito desejadas: como a App que possibilita criar um hotspot WiFi; e tantas outras só disponíveis para quem fizer o jailbreak do iPhone.

Mas, no fim do dia... para quem pretende a forma mais simples e prática de aceder ao email, passear na Web, e dar uso às centenas/milhares de excelentes Apps existentes na App Store, este iPhone 4 continuará a ser um dos modelos mais atractivos no mercado.

Alguns vídeos:

Navegando na web



Galeria de Fotos:



iBooks:



iOS4 Fast App Switching


Como última sugestão, relembro que podem utilizar algumas liberdades artísticas ao criarem as vossas pastas com nomes "simbólicos".


Assim sendo, o iPhone 4 só não leva a pontuação máxima devido aos bugs que considero "inadmissíveis" num equipamento deste tipo e a este preço; mas não deixa por isso de ser um produto bem apropriado para a temperatura do nosso Verão, e que não causará arrependimentos a quem o compre:

iPhone 4

Prós:
  • Ecrã Retina Display
  • Eficácia da câmara de 5Mp com pouca luz
  • Qualidade de construção
  • Velocidade 
  • Autonomia

Contras:
  • Bugs inaceitáveis: indicação do sinal da antena, white balance da câmara
  • A sempre presente necessidade do iTunes
  • Mais susceptível a rachadelas em caso de queda

[Fotos: Aberto até de Madrugada, Engadget, AnandtechiFixIt, ChipWorks]

39 comentários:

  1. E num dos vídeos falhou um toque por isso não podia levar 5* :p

    Não sentes como contra não ter widgets?

    Sobretudo para ler é necessário uma elevada resolução e nisso estiveram bem.

    Boa Análise!

    ResponderEliminar
  2. Os Widgets, é aquela coisa... Acho que deveria haver um balanço entre ambos.

    Widgets a mais fica tudo demasiado "folclórico" (na minha opinião! ;)

    No entanto, sem dúvida que é preferível a versatilidade das home pages do Android face aos icons estaticos e apenas com "badges" de notificação no iPhone 4 - é preferivel ter essa possibilidade e não a usar, do que não ter sequer essa opção.

    Mas, a maior falha "urgente" a resolver, é mesmo a questão das notificações no iOS... que estão mais que ultrapassadas - e eventualmente permitir mostrar essas mesmas notificações no lock screen. Com isso já me bastava.
    (Os Widgets... imagino que seja uma questão de habito, mas ainda não senti mesmo a sua falta.)

    ResponderEliminar
  3. Não se encaixaria em Contras a falta do Flash, ainda mais com a disponibilidade do flash full 10.1 nos Androids 2.2? Creio que até o HTML5 entrar de vez, o flash sempre fará falta.

    Também a compatibilidade do fones com 3mm. E o carregador/conexão com mini USB. O que deveria ser padrão para todos os telemóveis.


    OBS: todos os seus vídeo tem falha nos primeiros 2 segundos. Problema no Youtube?

    Creio que agora deverias abrir um fundo de aquisição para o "Nexus One". Creio que seria excelente fazer a análise e comparaçao do Iphone 4 vs Nexus One.

    ResponderEliminar
  4. Este iPhone é sem dúvida uma bela peça de tecnologia, mas continua a ter dois contras que não foram mencionados na análise, que para mim são importantes:
    - Impossibilidade de trocar a bateria
    - Impossibilidade de trocar dados via cartão microSD

    Quanto ao bluetooth, gostava de saber se este já permite o emparelhamento com qualquer tipo de dispositivos (headphones, ratos, teclados)?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo4/7/10 20:09

    o Preço é um contra a ter em conta.

    ResponderEliminar
  6. @Alberto Simões
    Eu julgo que o iPhone4 tem jack de 3,5mm...

    @Jack
    A bateria é uma falha constante nos produtos Apple, mas o cartão SD já foi mais essencial, visto a capacidade interna dos equipamentos de hoje. No meu android raramente retiro o cartão, pois é muito mais rápido ligar o cabo USB - vantagem :-), do do que tirar a capa protectora, a tampa traseira e depois encontrar algo afiado para empurrar o cartão para fora (e não é dos piores!)

    Os dois mundos têm vantagens vs desvantagens. Claro, como Android user, vou precisar de uns dias para me habituar ao iPhone4, depois de sair o meu número na rifa... :-)

    ResponderEliminar
  7. A parte do bluethooth e do microsd são coisas que estão presentes no novo Nokia n8 que para alem de permitir ate emparelhar com rato permite também USB Host o que faz con que este possa ler pens!

    ResponderEliminar
  8. O Symbian neste momento não me parece uma boa aposta, uma vez que esse N8 será o último modelo N Series (gama alta) com este SO. Os próximos já correrão o Meego.

    Claro que para muitas pessoas isto não interessa nada. Um reflexo disto é que entre os operadores nacionais (tanto quanto sei) apenas a TMN passou recentemente a apresentar no seu site os telemóveis organizados por SO:

    http://www.tmn.pt/portal/site/loja/menuitem.5608f05ec0c0f80726758710851056a0/?vgnextoid=180f4060d7dc7210VgnVCM1000005401650aRCRD

    Mas isto também significa que os clientes estão a passar a interessar-se mais por este aspecto.

    ResponderEliminar
  9. @A.Z.

    Quanto ao Flash, como disse, foquei-me nas "novidades" em relação aos iPhones anteriores.
    Aspectos como o Flash, bateria não subsitutível, etc. são já bem conhecidos e discutidos.

    Para quem isso for factor decisivo, nem sequer considerará um iPhone, pelo que está eliminado à partida.

    Pessoalmente, nunca comprei uma bateria "suplente" (ou sequer de substituição) para nenhum telemóvel que tenha tido - nem sequer para o meu velhinho Samsung que manti durante quase 5 anos... Pelo que - para mim não é factor decisivo - mas para quem for, então terá outras propostas mais atractivas.


    Quanto flash passa-se o mesmo, nunca senti falta dele (e não deixa de ser curioso que todos os argumentos que davam na altura como faltando no iPhone, estão agora praticamente todos "presente"... incluindo o Farmville.)
    Sinceramente, estou curioso para ver que tal é que a percepção pública ao Flash "a sério" nos Android vai ser.
    Sem dúvida que eles demoraram o seu tempo... e uma má opinião pública agora, seria mais um "prego no caixão"... (Imaginando que os sites em Flash mais desejados - tipo jogos - começarem a demonstrar que nem num Android de topo correm em condições.) Vai ser algo interessante de analisar à medida que o 2.2 for sendo disponibilizado.

    Quanto aos fones... não há qualquer problema de compatibilidade. Podes usar quaisquer fones.
    (Agora, se queres um com comandos/microfone etc, aí têm que ser uns compatíveis, obviamente.)

    O microUSB para carregar, sem dúvida que sim... Preferia 1000x que o fosse em vez do conector da Apple... mas pronto, quando uma pessoa passa para "este lado", acaba por ter um cabo "iPod" em todo o lado...

    Quanto aos vídeos, foi o Premiere que não gostou muito dos videos 3gp filmados no HTC Desire. :(

    Quanto ao comparativo, não será com o Nexus, mas sim com o HTC Desire, que praticamente é irmão gémeo, e já dará para ficar com uma ideia. :)


    @JACk

    Pois, quanto à bateria a questão nem se coloca, como referi em cima. Ressalva-se a parte de ter uma excelente autonomia (veja-se os gráficos em comparação com o Nexus One.)
    Nesse aspecto a Apple fez um excelente trabalho...

    Bluetooth:
    Faltou-me dizer que com o iOS4 agora já é possível o emparelhamento com teclados.
    Quanto a headphones e speakerphones, sim, sem qualquer problema (tenho-o emparelhado com o automóvel e aquilo foi buscar automaticamente todos os contactos, etc. até me surpreendeu - mas não é novo do iPhone 4, já o iPhone 3GS fazia o mesmo; e o 3G também imagino...)

    Quanto a trocar dados, no iPhone não sentes essa necessidade porque para todos os efeitos não tens acesso ao "file system".

    Todas as Apps utilizam armazenamento local "próprio" ou mais habitualmente, armazenamento na cloud.
    Torna-se muito mais prático e fácil transferir as coisas via WiFi/Web do que propriamente andar a transferir cartões. (E no caso das fotos/video, acedes facilmente via USB se for o caso.)


    @metRo_
    Sim, são uma mais valia sem dúvida.
    Mas, se eu puder servir de algum tipo de referência, nestes últimos anos dou comigo mais rapidamente a enviar alguma coisa por dropbox ou por por attach no gmail (enviando para mim mesmo) do que propriamente a usar Pens USB...

    Mas sim completamente de acordo com ser melhor ter essas possibilidades do que *não* as ter! :)

    ResponderEliminar
  10. Anónimo4/7/10 23:12

    vcs falam aí em "fones". o que raio é isso?

    telefones? auscultadores?

    ResponderEliminar
  11. "head-phones"... :) auscultadores, sim.

    ResponderEliminar
  12. @ Carlos Martins
    "quanto à bateria a questão nem se coloca"
    Na minha opinião não é bem assim, penso que todas as questões são válidas e todas as informações são úteis, porque utilizadores diferentes têm necessidades diferentes.
    No meu caso, durante os últimos anos, devido à utilização intensiva que faço do telemóvel, não tive nenhum modelo em que bateria me durasse um dia inteiro, por isso nunca posso sair de casa sem levar uma bateria suplente carregada.

    ResponderEliminar
  13. @JACK

    Quando disse "a questão da bateria nem se coloca"... é referindo-me a: já se sabe como é.

    Como disse, em abono da verdade, o iPhone 4 tem das melhores autonomias (se não mesmo a melhor) do segmento.
    Para quem o factor baterias for importante, há também soluções (como aqueles packs "capa-de-protecção" com bateria extra integrada, ou expansores de autonomia - que para todos os efeitos são equivalentes a ter que carregar uma bateria secundária.)

    Para os clientes que fizerem *mesmo* questão de terem baterias substituíveis (por necessidade, ou por "princípio")... então é como disse: a questão nem se coloca porque o iPhone nem fará parte da lista de opções. :)

    ResponderEliminar
  14. Excelente serviço fazes com esta boa review Carlos Martins.
    Muito bem!

    Esses bitaites ao iTunes... percebo-te, és muito geek para o iTunes... mas no meu caso tem sido um dos factores mais positivos do iPhone. Ao sincronizar com o iTunes, actualizar podcasts, musicas, videos, aplicações e agora livros/PDFs é para mim simplesmente um ponto de excelência. Quando ligo o iPhone no conector só tenho de esperar que termine a sincronização e fica tudo actualizado sem tocar em nada.

    Quanto a essas questões sobre as baterias... uma das maiores vantagens do sucesso da Apple com o iPod, foi se terem construido milhentos dispositivos que se servem da ligação dock conector, e como tal, para carregar não faltam aos montes.
    Uma forma para quem usar muito o telefone é no caso do iPhone ter por exemplo no carro um emissor FM que se ligue ao isqueiro, pois não só permitirá ouvir musica do iPhone para o radio como também o carregará sempre que lá esteja ligado. Também há simples carregadores para isqueiro. também se pode trazer o carregador de origem do iPhone na mala (eu trago-o sempre na mala do trabalho pois em casa o iPhone carrega apartir do iMac - sincroniza e fica lá- ou então posso o colocar na doca da coluna de som que esta também o carregará (isto junto do iPod/iPhone matou o uso da aparelhagem hi-fi lá em casa).
    Portanto, não se poder trocar a bateria... é um não problema para o iPhone. Mas prontos, cada um tem a sua maneira...

    ResponderEliminar
  15. Carlos,
    boa review como sempre.

    A minha questão é: tendo tu testado recentemente o iPhone 4 e o HTC Desire, como avalias um versus o outro?

    É que sou dono de um iPhone 3G, mas pondero a actualização por outra máquina, e a dúvida persiste entre este novo iPhone 4 (e já saber o que me espera, visto que usei e uso) e um device com Android (com a maior abertura que o Android oferece).

    Portanto, qual a tua opinião comparativa?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  16. @Carlos

    É exactamente esse comparativo que estou a preparar neste momento... Stay tuned! :)

    ResponderEliminar
  17. sem kerer entrar em guerras de plataformas, e ate pq percebo squat de fotografia, a foto do desire parece me mais natural e com mais detalhe q a do iphone :\

    ResponderEliminar
  18. @BUGabundo

    Isso será coisa para ser analisada no comparativo. :)

    ResponderEliminar
  19. Belo trabalho de fim-de-semana Carlos.... Parabéns pelas reviews!

    Como ando "aleste" do mundo Apple, existem muitas mais aplicações como jogos que são exclusividade só da loja Americana ? É tipo regiãos a semelhança do que acontece no XBLA em que nós Europeus não temos acesso a metade das aplicações ?

    Outra coisa que me escapou, o iPhone do Fundo têm quantos GB ?

    Entre às 2 reviews e já que a diferença de preço entre os dois é de cerca de 100€, eu se tivesse para comprar decidia-me pelo mais caro!

    ResponderEliminar
  20. @Nasp

    Sim, foi um fim-de-semana sem descanso... e mesmo assim não fiz/escrevi tudo o que gostaria... mas não havia tempo para mais.

    O iPhone do fundo é o de 16GB.

    ResponderEliminar
  21. @Nasp

    Quanto às App Store (eu sabia que me tinha esquecido de te responder a alguma coisa! :)

    Na maior parte dos casos não há esse problema, praticamente todas as Apps estão disponível a nível mundial - mas isso não invalida que algumas delas estejam restringidas a apenas algumas delas, ou que tenham lançamento faseado (como será o caso do iMovies.)

    De qualquer forma é bastante simples criares uma conta de outro país - se for para comprar Apps grátis - pois não necessitas sequer de associar qualquer forma de pagamento.

    ResponderEliminar
  22. Eu disse sobre o Nexus One, por usar o Android puro, sem mudanças na interface. E também por já ter o upgrade para o Android 2.2

    Seria um review com o último SO Android disponível. :)

    ResponderEliminar
  23. Carlos deixa me poupar te o trabalho da review comparativa
    http://www.techradar.com/news/phone-and-communications/mobile-phones/20-best-mobile-phones-in-the-world-today-645440


    spoiler alert:
    Android FTW

    ResponderEliminar
  24. Se fosse para poupar trabalho nunca tinha criado um blog... afinal, já "tudo" existe na internet. ;P

    Mas sim, apontam vários aspectos interessantes...
    Como o facto de o Desire ter um bom corrector... que efectuvamente é necessário, já que é praticamente impossível escrever sem erros... ;)

    E quanto ao problema de recepção do iPhone 4, que lhes mereceu não ter o lugar de topo... não deixa de ser interessante como valorizam mais isso do que propriamente a recepção melhorada face aos modelos anteriores. Mas pronto... opiniões são como são. :)

    ResponderEliminar
  25. agora a serio... axei essa review uma palhaçada :)

    ResponderEliminar
  26. Estive agora a dar uma vista-de-olhos a essa review do Techradar e realmente é uma palhaçada!
    No veredicto final sobre o iPhone4, dizem (na mesma frase) que essa questão da antena se resolve facilmente com uma ligeira mudança da posição da mão, e depois concluem que esta é uma grande falha (se não a única) que o impede de ser um bom telefone e ter uma classificação melhor!

    ResponderEliminar
  27. Boas Carlos,
    Descobri hoje o teu Blog, e não posso deixar de te dar os parabéns pelo excelente trabalho.
    Gostaria de te pedir algumas informações relativas ao iphone4.
    Tenho um HTC Magic com plataforma Android.
    A minha utilização é entre o lazer e o trabalho.
    A plataforma Android, satisfaz-me, porque receber um e-mail ou uma mensagem do chat do gmail, é o mesmo como se recebesse um sms, já que tenho um aditivo de internet no telemovel que está sempre ligado, ou seja, não tenho que efectuar nenhuma ligação ao serviço de internet para consultar o e-mail.
    Isso é possivel com o Iphone4?
    Sendo o meu email do gmail, os contactos do telemóvel são directamente importados dos contactos do email.
    Será também possivel com o Iphone?
    Quando ligo o HTC ao pc, este permite-me aceder ao cartão de memória e criar as minhas pastas, onde coloco os meus ficheiros dos meus cliente (pdf, word, excel, etc), e consigo aceder no HTC aos mesmos.
    Também terei a mesma facilidade com o Iphone?

    Obrigado desde já

    ResponderEliminar
  28. @Jorge

    Sim, com o iPhone estás permanentemente "ligado" à net - aliás, se assim não fosse perdia muito do seu interesse. :)

    Podes igualmente utilizar os contactos do gmail, emails, tarefas do Google Calendar, tudo sincronizado automaticamente em ambos os sentidos. (tudo isto "de série" sem apps extra.)

    Para o Google chat teras que usar um programa de messenging, mas também podes receber as notificações "em real-time" - mas relembro que as push notifications do iPhone são menos elegantes que as do Android.

    Quanto ao acesso ao filesystem do iPhone, a unica coisa a que tens acesso quando ligas via USB são as fotos e videos do iPhone (read-only.)

    Tens várias apps que permitem usar o iPhone como storage, normalmente via WiFi. Ou entao podes usar Apps tipo o dropbox, ou documentos na cloud tipo Google Docs.

    ResponderEliminar
  29. @Carlos

    Obrigado pela resposta. Fiquei esclarecido. Parece que me vou manter pela HTC, pois o Iphone parece demasiadamente virado para as aps multimedia, com um sistema demasiadamente fechado para no meu caso fazer a gestão dos meus ficheiros de trabalho.
    O aparelho é de facto comercialmente apelativo, mas pouco funcional para quem trabalha, pelo q me parece.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  30. Jorge,

    Já que estás habituado e satisfeito com o sistema operativo Android, dá uma olhada no Samsung Galaxy S. O Carlos tem aqui no blog uma análise. E também um comparativo com o iPhone 4.

    ResponderEliminar
  31. @Nelson

    Já tive a ver, mas confesso que o Iphone 4 está brutal.
    Mas se os ficheiros derem para consultar através do google docs, já me parece interessante.
    Já agora, através dessa app do google docs no Iphone 4, é possivel remeter esse ficheiro por email para outra pessoa?

    ResponderEliminar
  32. Tens aí uma óptima review ao Iphone4, só a li depois de ter comprado um, e para já a minha grande decepção está na impossibilidade de enviar mails com ficheiros anexados. Não compreendo como é que umgadget tao evoluido falha neste detalhe tão básico..

    ResponderEliminar
  33. @anuncios gratis

    É curioso falares nisso, pois ainda ontem comentava com um colega que isso é uma das "diferenças" fundamentais que incomoda muitas pessoas nos primeiros momentos.

    Mas, o que é certo é que rapidamente as pessoas encontram formas alternativas de o fazer, quer seja via serviços como o Dropbox, ou outros.

    ResponderEliminar
  34. Foi-me feita a proposta de escolher este natal entre um iphone 4 e o samsung galaxy s, pois eu encontro-me dividido. De momento tenho um boston e adoro o android será que compensa mudar para a apple?

    ResponderEliminar
  35. @Anónimo

    Nesse caso, ficarás extremamente satisfeito com o Galaxy S.
    (Ou então, tenta apanhar já um Nexus S - que deverá ter um preço equivalente ao do iPhone 4)

    ResponderEliminar
  36. Olá Carlos,

    1º, parabéns pelo teu trabalho.

    Gostava de uma opinião tua.

    iPhone ou Galaxy S? IOS4 ou Android 2.1?

    Estou muito indeciso entre os dois, e como já passou algum tempo desde que sairam para o mercado, já deves ter uma opinião formada sobre o assunto.

    O preço é importante, mas a Samsug "assusta-me" (são mesmo fiaveis?)

    Basicamente preciso de:
    Sincronização com PC
    E-mail
    Telefone e mensagens
    Fotografia
    WI-FI e bluetooth
    Aceder à net
    e claro bateria para isto tudo.

    As apps serão importantes quando as tiver não sinto grande falta delas agora (HTC touch dual WM6.1)

    Obrigado e continuação de bem trabalho

    ResponderEliminar
  37. @paoliveira
    Essa é questão recorrente e que não tem resposta "certa".
    Quer um quer outro são equipamentos excelentes e que te permitirão fazer o que pretendes, embora com formas de o conseguir ligeiramente diferentes.

    Por norma, no iPhone terás uma utilização sem problemas e mais simples - mas também mais limitada.
    No Android, as coisas poderão obrigar a mais "mexericanço", mas tens um sistema bastante mais configurável e que poderás ajustar a teu gosto.

    Neste momento não recomendaria a compra de nem um nem outro... Se queres um iPhone, aguenta mais uns meses para ver que tal será a evolução para o iPhone 5; e nos Android, estão aí a chegar os modelos com dual-core.

    ResponderEliminar
  38. como faço para destravar o sim2
    nao consigo destravar

    ResponderEliminar

[pub]