2011/06/21

Análise ao Xperia Play


Eis que finalmente tive oportunidade de testar um pouco mais a fundo o Xperia Play da Sony Ericsson, o primeiro smartphone PlayStation Certified e que está disponível no nosso país em exclusivo pela TMN.




O Xperia Play


Que tem então este Xperia Play de especial?
Olhando para as características, encontramos aquilo que poderemos encontrar num qualquer outro smartphone Android "topo-de-gama" - ou pelo menos, próximo disso, já que este modelo não surge ainda equipado com os mais recentes processadores dual-core.


Este Xperia Play conta com um CPU Scorpion a 1Ghz, e um GPU Adreno 205. Tem um LCD de 4" com 854x480; uma câmara de 5MP (autofocus e flash); e toda a gama de sensores e funcionalidades que se poderiam esperar (GPS, WiFi, BT, etc. etc)

Mas... quem considera este Xperia Play não está à procura disto... Não. O que este Xperia Play tem de especial é a parte do PlayStation Certified e dos seus controlos que o tornam numa consola portátil "a sério" - leia-se: com controlos físicos como manda a tradição.


Os possuidores de playstations sentir-se-ão imediatamente "em casa" ao usar este Xperia Play. Pois com um toque dos polegares podemos abri-lo e revelar os botões de controlo que todos conhecemos. E onde não faltam sequer os "shoulder buttons" na parte traseira do equipamento.
(Para além dos controlos digitiais, existem ainda duas áreas sensíveis ao toque que servem como substituto dos tradicionais sticks analógicos.)





Resta apenas dizer que a qualidade de construção é robusta quanto baste, e não demonstra receio em enfrentar constantes sessões de jogos. Até o mecanismo de abertura e fecho é sólido o suficiente para convencer os mais cépticos.

Por outro lado, os seus 175g são notoriamente pesados, mesmo quando comparados com um iPhone 4 (137g) - e nem vamos falar sequer do peso-pluma Galaxy S 2 (com meros 116g).


Em Funcionamento


Tratando-se de um Android genérico, optei por não perder demasiado tempo nesta secção de funcionamento "convencional". A Sony Ericsson, como é habitual, faz algumas alterações ao interface genérico do Android, mas nada que se torne demasiado intrusivo.




Este Xperia Play vem equipado com o Android 2.3.2 e o seu funcionamento é comparável aos restantes Android topos-de-gama equipados com processadores single-core.


A Câmara

A câmara de 5MP, tal como costuma ser tradição nos Sony Ericsson, é bastante boa (desde que haja boa iluminação) e permite tirar fotos com boa qualidade.
Já na gravação de vídeo, encontra-se limitado a 800x480p e não impressiona.



Modo "PlayStation"


Mas passemos então ao que interessa... que tal se comporta este Xperia Play nos jogos?

Comecemos pelos controlos:

Não há dúvida que existem inúmeros jogos que são perfeitamente jogáveis num touchscreen. O iPhone foi disso um catalisador, obrigando a que os developers arranjassem formas engenhosas de o conseguir.
No entanto... há "jogos" e "jogos". Em jogos de acção, especialmente os que se adequem a controlos com um ou dois joysticks, não há touchscreen que se aguente.
Frequentemente damos connosco a tentar "ir mais além"... fazendo com que os dedos saiam da área de detecção, o que torna o processo de jogo frustrante - quando deveria ser exactamente o oposto: divertido.


Com o Xperia Play não temos esse problema, pois temos controlos físicos que dão o feedback táctil adequado e que o transformam numa verdadeira máquina de jogos.


O Xperia Play vem com alguns jogos de origem (alguns dos quais necessitando de fazer o download adicional de algumas centenas de MB) que servem para demonstrar as suas capacidades.

A nível gráfico, é certo que teremos jogos que estão ao alcance de outros Androids equivalentes - mas aqui há a vantagem adicional dos controlos físicos, e também dos jogos exclusivos para "PlayStation". Como estes:

  • Minecraft™ da Mojang
  • Battlefield Bad Company 2 da Electronic Arts
  • Tom Clancy’s Rainbow 6 Shadow Vanguard da Gameloft
  • Desert Winds da Southend Interactive
  • Ruined da Bigpoint
  • Icebreaker™ da NaturalMotion
  • Sleepy Jack da SilverTree Media
  • Cracking Sands da Polarbit
  • Armageddon Squadron 2 da Polarbit

E muitos outros que se esperam nos próximos meses: Pocket Legends da Spacetime Studios, Star Legends: The Black Star Chronicles da Spacetime Studios, Eternal Legacy da Gameloft, Guns ’n’Glory 2 da HandyGames, Dungeon Hunter 2 da Gameloft, Pocket RPG da Tasty Poison Games, D.A.R.K. developed da Gamelab, Samurai II: Vengeance da MADFINGER Games, Vendetta Online da Guild Software, Order & Chaos da Gameloft, Happy Vikings da Handy Games, A game with BALLS da Puppy Punch Productions
Lumines da Connect2Media, etc.





Apreciação Final


Tenho que admitir que estava bastante apreensivo quando iniciei o teste a este Xperia Play. Não sou um grande apreciador da Sony, e ouço "vozes" que constantemente me fazem equacionar se esta não será apenas mais uma plataforma que a Sony deixará de suportar daqui por uns meses.

No entanto, penso que não. A aposta no Android é uma excelente opção por parte da Sony, e que poderá vir a tornar-se numa das suas melhores jogadas a longo prazo.

Este Xperia Play destina-se a um conjunto de pessoas que procura algo bem específico. Com um custo na casa dos 500€, o tradicional utilizador de um smartphone poderá optar por um smartphone Android mais potente (como os actuais dual-core) e leve. Mas o que é certo é que, tal como há pessoas que não abdicam de um telemóvel com teclas físicas, também haverá jogadores que não se contentam em jogar num touchscreen sem feedback táctil.

Por isso mesmo, mesmo com um custo que me parece demasiado elevado, e por ter a coragem de desbravar terreno nesta área mista de um smartphone que é também uma consola de jogos... este Xperia Play sai do Aberto até de Madrugada com um:

Sony Ericsson Xperia Play

Prós

  • Funcionalidade 2-em-1: Smartphone e consola de jogos
  • Solidez do mecanismo de abertura/fecho
  • "Feeling" do controlo nos jogos


Contras

  • Peso
  • Preço
  • Ecrã pouco luminoso

5 comentários:

  1. Ola Carlos,

    Hoje de passagem no site da TMN reparei neste Huawei IDEOS X5, http://tiny.cc/qfvxw , que pelas características me pareceu superior ao Sapo A5 e por um preço semelhante(igual), mas mesmo assim preferia ler uma opinião tua acerca do mesmo.

    Será que era possível fazer um artigo sobre ele ou uma simples opinião acerca do mesmo em comparação ao sapo A5?

    ResponderEliminar
  2. @Pedro

    Sim, tem características superiores. Deve ser boa opção.

    Vou contactá-los para ver se disponibilizam um para testes.

    ResponderEliminar
  3. Tb estava interessad em saber o que se passa com o ideos x5. A camera é jeitosa? Passo mais logo para ver se ja ha algo relativo.

    ResponderEliminar
  4. Olá Carlos,

    Sabes informar para quando é a análise do Huawei Ideos X5?
    Estava interessado em comprar um, mas gostava de conhecer um opinião mais técnica...

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  5. Já fiz o pedido, agora estou dependente da disponibilidade deles... :)

    ResponderEliminar

[pub]