2012/12/13

Análise ao Nexus 10


Penso que ninguém terá conseguido deixar de ficar surpreendido quando o Google anunciou os novos Nexus 4 e Nexus 10, mais especificamente no momento em que mencionou os seus preços. Fazer um tablet topo de gama, com tudo o que há de melhor na actualidade, isso é algo que qualquer fabricante poderá fazer; mas fazê-lo a um preço que não só é concorrencial, como é inferior ao que se poderia esperar... isso é algo bastante mais difícil.

Mas foi precisamente isso que o Google fez em parceria com a Samsung, neste seu Nexus 10 que sucede ao Nexus 7 e que agora vamos espreitar mais em detalhe.


O Nexus 10


Fabricando pela Samsung (algo que é bem visível assim que se olha para parte traseira, onde temos um Samsung em baixo relevo a acompanhar o nome Nexus de dimensões generosas), este tablet não deixará ninguém indiferente pelas suas características técnicas.

Em grande destaque está o seu magnífico ecrã de 10", com uma resolução de 2560x1600, e que o Google faz questão de salientar que usa subpixeis RGB (e com uma densidade de 300ppi).

Depois seguem-se os 2GB RAM, um CPU dual-core (ARM15), GPU Mali T604 (quad-core), NFC, WiFi, câmara de 5MP e 1.9MP, Pogo Pins, micro USB, micro HDMI, GPS, giroscópio, etc. etc.

Enfim... não lhe falta (quase) nada... sendo que a ausência mais notada será certamente a falta de slot microSD para expandir os seus 16/32GB.


Se tecnicamente o assunto fica arrumado, esteticamente a coisa é... um pouco diferente. Este Nexus 10 não vai ganhar certamente nenhum concurso de beleza. O plástico da parte traseira tem um toque agradável, mas não compreendo porque motivo o Google terá decidido usar secções diferentes, entre a maior parte da superfície e a parte "superior" onde fica a câmara traseira e o flash.



Penso que melhor teria sido optar por uma traseira uniforme, com uma única textura, quer fosse lisa ou "picotada". Embora aquela parte também cumpra a função de ser amovível para dar acesso ao encaixe da capa - uma solução bastante infeliz, face ao que se vê na concorrência.

 Outro destaque interessante: a existência de colunas stereo, de cada lado do ecrã (na horizontal).


Há também um pormenor engraçado, que até me passou despercebido inicialmente: o Nexus 10 tem um pequeno LED de notificações, na parte inferior do ecrã.


Fotos e Vídeo


Na câmara... não esperem grandes milagres. Embora dê para "disfarçar" quando se tem boa iluminação, torna-se praticamente impossível tirar uma foto no interior, onde as pessoas estejam em movimento - a não ser que usem o flash, obviamente.


Da mesma forma, os modos de panorama e panorama a 360º são bons como curiosidade... mas na maioria dos casos é bastante difícil obter resultados finais "aceitáveis", com muitos erros de junção de imagens.


Uma notável excepção onde a câmara se comporta bastante bem é em fotografias estilo "macro"... onde até parece estarmos perante uma câmara à CSI que permite fazer zoom até se verem as mais pequenas partículas.

Quanto ao vídeo... também se fica pela média do que seria esperado.




Em Funcionamento


Este Nexus 10, como o próprio nome indica - vem equipado com o mais recente Android, vindo directamente da "fonte" do Google. É essa uma das grandes vantagens de todos os Nexus, e que aqui se alia ao facto de ser um tablet com hardware "de referência". Desde o primeiro momento que se liga, é impossível não ficar impressionado com a definição do seu ecrã... (E novamente, até dá vontade que tivesse uma entrada HDMI para poder ser usado como monitor secundário!)

Penso que não terei encontrado nenhuma situação onde se sentisse o Nexus 10 "a mastigar"... tudo se processa sem atrasos, mesmo tendo em conta que estamos perante um ecrã com mais de 4 milhões de pixeis a serem empurrados de um lado para o outro.



Passear pela internet com o Nexus 10 é um prazer, e a sua resolução faz com que o tamanho mínimo das letras legíveis não seja limitada pela resolução... mas sim pelos nossos olhos.


Nem sempre a resolução é tudo... quando posto lado a lado com um iPad mini (cuja baixa resolução ainda fica mais aparente ao lado deste Nexus), podemos ver que: em modo vertical, o Nexus 10 apresenta bastante mais conteúdos... mas quando usado em modo horizontal, consegue mostrar ainda menos que o pouco que se pode ver no iPad.

Curiosidades à parte... não se preocupem, pois entre modo horizontal e vertical, cada um o utilizará da melhor forma para a função do momento.


Claro que também não podemos deixar passar o Google Now... que se vai tornando mais impressionante a cada dia que passa (embora ainda falte fazer muita coisa para que funcione em português "como é suposto"). O que é certo é que continua a surpreender-nos ao fazer coisas que ainda parecem difíceis de acreditar: como lembrar-nos de manhã de que temos que sair para o trabalho, e referindo se há atrasos na nossa rota habitual, etc. Tudo isto, sem alguma vez ter configurado o que quer que seja - para além do facto de usar o Google Latitude regularmente.



Um último reparo (já sabem que eu sou esquisto com a "fluidez" e o refresh rate), e que tentei demonstrar no final do vídeo... é que há um estranho efeito de "ondulação" quando se fazem movimentos rápidos no ecrã, como se fosse visível (e é!) o redesenhar do ecrã. Não é um factor crítico, e a maioria das pessoas poderá nem sequer o notar... mas, fica a nota.


Apreciação Final


É bastante fácil ficarmos apaixonados por este tablet. E isso começa logo pelo seu preço: a 399€ não dá hipóteses a qualquer outro tablet, oferecendo uma combinação (por agora) imbatível de hardware, e software - referente às mais recentes e actualizadas versões do Android.

No entanto, há outra vertente do software que deixa a desejar... que é a falta de Apps que realmente saibam tirar partido da área extra destes tablets. Ainda são muitas as Apps que continuam a ser feitas unicamente a pensar nos smartphones, e que quando usadas num tablet se tornam... "caricatas", para não usar outros termos menos simpáticos.

É certo que o mercado dos tablets Android ainda está em evolução, e que os developers ainda não sentiram real necessidade de lhes dar grande atenção - mas com equipamentos como este Nexus 10, esperemos que isso mude rapidamente. E a verdade é que também existem bons exemplos de Apps que nos mostram o que é possível fazer-se, como o Gmail, Google Currents, etc.

Chegado ao momento final... não há dúvidas:


Google Nexus 10


Pros
  • Ecrã fantástico
  • Desempenho
  • Preço imbatível
  • É um Nexus

Contras
  • Falta de Apps (adequadas para tablets)
  • Design
  • Sistema de encaixe das capas


Galeria de Fotos








14 comentários:

  1. Boas, review muito boa. Tenho andado a pensar comprar um tablet para a faculdade e desde que ouvi falar neste fiquei muito interessado por ser mais barato que um ipad e com melhores specs e também por ser nexus.
    já há previsões para a venda em Portugal ?
    Abraço e continuação de bom trabalho

    ResponderEliminar
  2. Para quem que um tablet de 10inches é uma exlente escolha, mas eu acho os de inches são uma melhor compra, o Nexus 7 é mais barato e disponivel amplamente nas lojas portuguesas.
    Android ainda tem muitas lacunas como ferramenta de trabalho por isso não acho que o tamanho maior se justifique o Nexus 7 é mais portatil e perfeito para ler para além de as aplicações Android são quase tods feita para o formato telemovel que funciona bem no Nexus 7 e parecem estranhas no 10.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pela review Carlos.

    Se puderes dar uma olhadela em http://youtu.be/cI53tTXcPY8 gostaria de saber se observaste a mesma performance no browser, porque essa review deixou-me MESMO de pé atrás antes de pegar num destes, e eu quero gostar mesmo dele :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente não há grande seriedade nos estudos que se fazem.. e no que toca a tecnologia cada um puxa para as suas preferência. Só o facto deste teste não colocar os três dispositivos nas mesmas condições (mesmo número de programas abertos, performances seleccionadas, etc) já pouco vale para mim.
      Se estivesse disponível em UK talvez já teria comprado o NEXUS, mas está esgotado :|

      Eliminar
    2. Em parte não concordo muito com o teste de Browser desse vídeo, pois, o iPad 4 estava somente com o Safari aberto, o Surface somente com o Internet Explorer 10 aberto enquanto o Nexus 10 estava com dois navegadores abertos ao mesmo tempo, possivelmente sempre nas mesmas páginas para adiantar os testes...

      Eliminar
  4. Alguém sabe se em Janeiro já estará disponível este tablet?

    ResponderEliminar
  5. Outro problema que não foi mencionado é que ele não existe no mercado, o preço é muito bom, mas não há para comprar. Passei o natal na Inglaterra, com a esperança de comprar este tablet, no entanto ele não existe, nem no site da Google.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo8/1/13 22:12

    Alguem sabe se é possivel mandar vir pela amazon? como se processará depois na alfandega?

    ResponderEliminar
  7. Alguém sabe quando estará à venda em Portugal este tablet?

    ResponderEliminar
  8. Alguém poderá dizer-me o dia de lançamento deste tablet em Portugal?

    Obrigado pela atenção,

    ResponderEliminar
  9. Será possível comprar este equipamento em Espanha? De que forma?
    Não tem 3G?

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  10. Onde posso comprar um destes?!

    ResponderEliminar
  11. Alguém já sabe a data prevista de lançamento em Portugal?

    ResponderEliminar

[pub]