2015/04/22

Twitter inicia guerra aos tweets abusivos

Depois de anos a ser criticado que não fazia nada para combater abusos e assédios na sua rede, o Twitter lança finalmente um novo sistema que promete complicar a vida aos utilizadores que pensam que a internet é uma selva onde podem dizer e fazer tudo o que desejam - especialmente quando isso representa abusar de outros utilizadores.

Para combater estes abusos o Twitter recorre a várias tácticas, que passam pelo pedido de identificação do utilizador abusivo (tendo que introduzir e validar um número de telefone); e também pela possibilidade de ficar com a conta bloqueada temporariamente - uma novidade que permitirá aos "abusadores" acalmarem-se e reflectirem nas suas acções, e que evita a anterior possibilidade de suspender uma conta de forma imediata e permanente.

Depois de todos estes passos (se lá chegarem), estes utilizadores podem também ser direccionados para um processo que os informa dos tweets considerados abusivos e que violam os termos de utilização do serviço, que terão que eliminar antes de poder ter a sua conta reactivada. Uma medida que também terá uma influência mais "educativa" do que se fossem simplesmente eliminados de forma automática pelo twitter.

A este sistema junta-se também um novo algoritmo que o Twitter diz ser capaz de identificar automaticamente tweets potencialmente abusivos, com base em diversos factores, e que também ajudará a limitar a propagação deste abusos de forma "viral" como muitas vezes - e infelizmente - acontece.

As intenções são boas... vamos lá ver se a implementação na prática resulta efectivamente na redução dos abusos e ameaças feitas no Twitter - e que já têm tido como efeito afastar pessoas desta rede.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]