2015/06/08

Steam Machines chegam a 10 de Novembro


Depois de alguns atrasos, a Valve anuncia finalmente a chegada das Steam Machines, que fica com data agendada para 10 de Novembro.

A Valve está perfeitamente consciente de que o Steam é a maior plataforma de jogos, e não quer ficar dependente do Windows para isso. Com o SteamOS e o seu universo de Steam Machines, a Valve quer libertar-se do Windows, e ao mesmo tempo dando-lhe uma verdadeira grande "machadada".

Pergunte-se à maioria das pessoas o que fazem nos seus computadores, e praticamente tudo aquilo que disserem é algo que poderiam facilmente fazer em qualquer outra plataforma ou sistema (muitas vezes, bastaria-lhes um browser, ao estilo do ChromeOS do Google). Quase sempre a excepção à regra acontece com os jogos; sendo que a maioria deles apenas estará disponível nas consolas de jogos (com as suas limitações)... ou para PCs com Windows.

Se a Valve conseguir cativar developers suficientes para que criem jogos para o seu SteamOS sem que fiquem a perder relativamente ao Windows... muitos utilizadores caseiros poderão começar a repensar a sua necessidade de ter um Windows em casa, podendo desencadear uma reacção em cadeia com impacto bastante problemático para a Microsoft (que por esta altura já se vai dedicando cada vez mais a serviços que funcionam em todas as plataformas.)



Em Novembro chegará então o muito falado Steam Controller, que recorre às suas duas grandes áreas "touch" em substituição dos controladores analógicos tradicionais, e que permitirá controlar jogos de que habitualmente necessitariam de um rato para ter o nível de precisão e controlo pretendido. Vai ter um preço de $49 para quem o quiser comprar separado de um bundle com uma Steam Machine.

E falando de Steam Machines, não vão faltar opções para todos os gostos. Com máquinas a começar nos $449, valor bem próximo de uma consola "artilhada"; mas que ganham por ser um "PC" com Steam. Claro que este é  valor de entrada, mas não faltam opções bastante mais dispendiosas, para quem já procurar uma máquina capaz de tirar partido de um monitor ou televisor Ultra HD 4K.

A Valve também está consciente da procura acrescida para as soluções de streaming/casting, e tem também o seu Steam Link. Um pequeno receptor de $49 ($99 em pack com um Steam Controller), e com o qual se torna possível levar os jogos de uma Steam Machine/PC para qualquer outro televisor da casa. O Steam Link vem com WiFi ac e Ethernet, e até traz os cabos HDMI e Ethernet para que não haja impedimentos para quem o pretender usar assim que o tirar da caixa.


Vamos ver qual será a adesão dos jogadores de PC a esta proposta da Valve, e será numerosa ao ponto de preocupar a Microsoft.

2 comentários:

  1. é impressao minha ou o pack é mais caro (1$) do que comprar ambas (Link + Controller) separado?

    ResponderEliminar
  2. O Steam Link também o vejo como uma boa solução para a venda de computadores por peças. Na medida em que podemos usar um unico desktop artilhado para trabalho e lazer, sendo que deixamos o Steam Link na sala para os videojogos ;)

    ResponderEliminar

[pub]