2015/06/08

Taxa da cópia privada entra em vigor a 4 de Julho


O dia 4 de Julho é uma data efusivamente celebrada pelos norte-americanos, e vai passar agora também a sê-lo pela SPA, pois marca a entrada em vigor da taxa da cópia privada.

A luta contra esta taxa sem sentido está longe de estar terminada, mas uma vez que os proponentes da lei nem sequer se dignaram a pestanejar perante um veto presidencial, está mais que visto que a discussão terá que ser feita a um nível superior (onde não é garantido que haja mais bom senso, mas temos que dar uso a todos os recursos existentes.)

Quer se concorde ou não, o que é certo é que a partir do dia 4 de Julho podem contar com agravamentos que podem chegar aos 15 euros (mais IVA) no caso de telemóveis e tablets.

[tabela via Tek Sapo]

Se estavam a planear comprar discos ou cartões de memória para guardarem as vossas fotos e filmes das férias, é melhor fazerem-no antes desta data... ou então congratularem-se por esse vosso registo esteja a contribuir para que algumas associações tenham mais uns euros para eventualmente distribuírem pelos seus associados. Levando tão a sério essa questão dos direitos de autor, que não se importam de ganhar dinheiro sobrepondo-se aos nossos direitos enquanto autores daquilo que fazemos.

Ainda haverá esperança para todos os que tiverem profissões onde se terá direito à dispensa da taxa, sendo que em breve nos dedicaremos a explicar qual o processo como o fazer. (Mas já nem me surpreenderia se para se pedir a isenção da taxa, a SPA obrigasse a que se pagasse um valor superior ao da taxa.)

3 comentários:

  1. «Mas já nem me surpreenderia se para se pedir a isenção da taxa, a SPA obrigasse a que se pagasse um valor superior ao da taxa»

    Não lhes dês ideias

    ResponderEliminar
  2. devia se era fazer um boicote a tudo e a todos os que a SPA representa.

    ResponderEliminar
  3. E quais é são mesmo os profissionais que poderão aceder a esse regime de excepção?

    ResponderEliminar

[pub]