2015/08/29

Mars One é um sonho sem qualquer sustentabilidade real


O programa Mars One tem dado muito que falar, pela sua intenção de colocar pessoas em Marte com uma viagem "só de ida", mas as acusações de que não passa de uma fraude não demoraram a surgir. E agora, num debate público entre o responsável do projecto e alguns dos seus críticos, torna-se ainda mais claro que a prometida missão a Marte da Mars One nunca irá sair da Terra.

Bas Lansdorp, CEO da Mars One, tinha começado por desvalorizar as críticas levantadas por Sydney Do e Andrew Owens, investigadores do MIT, dizendo que aquilo era apenas um "papel feito por estudantes que nem sequer tinham acabado o curso". Mas depressa teve que dar o braço a torcer, e aceitou enfrentá-los num debate público.

O problema é que, a cada questão colocada por estes dois investigadores, que focavam diversos inúmeros aspectos técnicos essenciais, Lansdorp limitava-a a responder de forma vaga, dizendo que iria usar tecnologia existente (sem dizer qual nem como), e que tinha especialistas que lhe garantiam que cumprir os seus objectivos não seria um problema (novamente, sem referir quais seriam esses especialistas.) E para além disso, apelava à nostalgia, dizendo que também na ida à Lua, a tecnologia também não existia, mas que "apareceu" devido à vontade de lá chegar.

Foram respostas que levam à criação de uma apresentação actualizada, que praticamente declara a Mars One como sendo um fraude completa ou, na melhor das hipóteses, de alguém que se está a limitar a sonhar com algo que não é possível.





Infelizmente, parece que neste momento, as esperanças de que este projecto pudesse ter qualquer sustentabilidade são tão remotas quanto o filme The Martian, que por cá estreará em Outubro.
(Nota: para que não haja margem para dúvidas... o seguinte vídeo é a propósito do filme, que se baseia naquilo que se está a estudar para uma eventual missão até Marte, mas cuja tecnologia ainda não existe actualmente.)

1 comentário:

[pub]