2015/09/24

Batteriser engana mais de 7000 apoiantes no Indiegogo


O Indiegogo já tem uma reputação duvidosa quanto a albergar projectos bastantes duvidosos, e agora temos mais um caso. Este Batteriser é um projecto que promete prolongar a vida das pilhas em 800% - e como de costume, se parece bom demais para ser verdade, é porque o é.

O Batteriser é um curioso produto que está a fazer sucesso no Indiegogo, e que facilmente se perceber porquê: trata-se de uma pequena capa metálica que se coloca em qualquer pilha, e que promete fazer com que até as pilhas "descarregadas" possam ser usadas durante horas e horas, prometendo até 800% mais capacidade do que o normal.

A teoria usada para explicar este feito é simples e compreensível. À medida que uma pilha se vai descarregando, a sua voltagem vai baixando (1.5V, 1.4V, 1.3V...) até que a certo ponto chega a um nível que já não permite ao aparelho funcionar. Este nível varia de aparelho para aparelho, podendo ser de 1.4V ou chegar a valores de 1.1V ou mesmo 1V. A "explicação" é a de que quando uma pilha chega a este ponto, ainda tem energia que poderia ser aproveitada, e é isso que o Batteriser faz, fazendo a conversão de voltagem para que a saída tenha sempre o valor de 1.5V e permitindo o aproveitamento total da energia em cada pilha.

É esta teoria lógica que terá convencido mais de 7000 pessoas a investir neste projecto, mas infelizmente os pressupostos indicados pelos criadores do projecto são profundamente exagerados, e não faltaram especialistas da área a vir referir todos os pontos que estão a ser literalmente aldrabados para fazer com que este Batteriser pareça ter propriedades milagrosas. No mundo real, poderá haver alguns casos em que o Batteriser consiga extrair um pouco de energia de umas pilhas "gastas"; mas na gigantesca maioria dos casos, os resultados práticos serão praticamente nulos.

... Certamente que teria havido interessados se o projecto se tivesse limitado a dar factos comprovados e não inflacionados; mas pela atitude adoptada, parece que não restam dúvidas que o objectivo seria mesmo enganar o maior número de pessoas possível. E nesse aspecto a missão foi cumprida, com mais de 7000 apoiantes e 386 mil dólares amealhados por um produto que vai ser uma total desilusão e incapaz de fazer o prometido.


1 comentário:

  1. Não foram completamente honestos porque as baterias novas tem uma tensão superior a 1.5V, mas a explicação do funcionamento é curioso, mas mesmo que seja possível, a bateria terá menos capacidade na fase inicial em que o aparelho funciona sem problemas (por exemplo entre 1.5V e 1.2V), porque o conversor DC DC também gasta corrente. Outro dado curioso era saber quais os componentes que conseguem arranjar para trabalhar com tensões muito baixas (<1V)...

    ResponderEliminar

[pub]