2015/09/05

Comunicação magnética através do corpo é milhares de vezes mais poupada que o bluetooth


E se o tracker de actividade ou smartwatch que utilizamos tivesse uma autonomia de semanas em vez de dias? Para ajudar a chegar a esse objectivo, investigadores estão a propor utilizar um novo sistema de comunicação magnético que usa o nosso corpo como canal de transmissão e é milhares de vezes mais eficiente que o Bluetooth.

O Bluetooth já se tornou num sistema popular de comunicação para todo o tipo de dispositivos que têm que ser poupados; no entanto, os seus sinais de rádio estão em luta constante contra todos os obstáculos que o rodeiam, incluindo o nosso corpo. Foi isso que levou estes investigadores a encontrar formas alternativas de comunicar entre dispositivos que estão sempre próximos de nós ou directamente em contacto com a nossa pele; e o resultado foi um sistema de comunicação magnético que usa o nosso corpo.

Embora o Bluetooth seja um sistema considerado eficiente, há que ter em conta que gasta energia a gerar ondas de rádio que são emitidas em todas as direcções, e fortemente absorvidas pelo corpo humano. Neste sistema alternativo, ao utilizar o corpo como canal de comunicação, as perdas de sinal são milhões de vezes inferiores às da Bluetooth, e com a vantagem acrescida de um eventual hacker não conseguir captar os sinais a não ser que esteja praticamente colado a nós (ao contrário do que acontece com o bluetooth e outros sistemas de rádio.)

Para equipamentos como os smartwatches, as poupanças não deverão ser significativas, uma vez que o maior responsável pelo consumo é o ecrã e o CPU; mas para dispositivos onde a comunicação tenha um peso relevante... a utilização de um sistema deste tipo poderá proporcionar ganhos consideráveis e prolongar a autonomia drasticamente (isto se/quando tal sistema ficar disponível para uso comercial.)

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]