2015/12/16

Google revela as pesquisas do ano de 2015 em Portugal e no Mundo


Tal como manda a tradição, o Google encerra o ano revelando o que mais foi pesquisado durante o ano com o seu Zeitgeist, e em 2015 a tabela é liderada por uma pessoa que, confesso, nunca tinha ouvido falar até este momento - o que demonstra o meu (des)conhecimento do que se passa no mundo fora da tecnologia. :P

No resumo do Google Zeitgeist 2015, a nível mundial o top de pesquisas coube a:
  1. Lamar Odom (ex-jogador da NBA e casado com uma Kardashian)
  2. Jurassic World (filme)
  3. American Sniper (filme)
  4. Caytlin Jenner (o ele que passou a ela)
  5. Ronda Rousey (lutadora de MMA e actriz)
  6. Paris (espero que seja a cidade e não a Hilton)
  7. Agar.io (um viciante jogo)
  8. Chris Kyle (o sniper cuja história deu origem ao filme American Sniper)
  9. Fallout 4 (jogo)
  10. Straight Outta Compton (filme)

Em Portugal, o top das pesquisas que mais cresceram este ano:
  1. Desafio final
  2. Netflix
  3. Agario
  4. Charlie Hebdo
  5. Maria Zamora
  6. Nuno Melo
  7. 50 sombras de grey
  8. iPhone 6S
  9. Velocidade Furiosa
  10. Windows 10

Fico feliz por ver que em Portugal conseguimos ter alguns elementos de tecnologia no top das pesquisas, com o Netflix, iPhone 6S e Windows 10 (é sinal que o Aberto até de Madrugada é bem acolhido na sua terra Natal. :)


Mas o Google discrimina ainda mais as pesquisas de acordo com várias categorias, e nos gadgets temos os produtos que mais atraíram os portugueses este ano:
  1. iPhone 6S
  2. Samsung Galaxy S6
  3. Huawei P8 lite
  4. iPhone 7
  5. Apple Watch
  6. Alcatel One Touch Pop
  7. iPad Pro
  8. Raspberry Pi 2
  9. LG G4
  10. Asus Zenfone 2
Tudo coisas com os quais estamos bem familiarizados. E nas restantes categorias:


... Há esperança; na categoria "Como ser...?" temos o feliz na primeira posição, à frente de bonita, popular, rico e popular na escola (o bom aluno na 8ª posição também não fica mal.)


E vocês... que surpresas encontram nestes tops de pesquisas do Google para este ano de 2015 e que não esperavam ou nem sequer conheciam?

Actualização: já temos o top de 2016.

3 comentários:

  1. É triste o 1º pesquisa ser um programa do mais baixo nível que existe...mas já é normal que assim seja aqui neste país.

    ResponderEliminar

[pub]