2018/01/29

QNAP TS-453B [Contacto]

Os NAS vão sendo uma das peças essenciais para todos os que começam a levar a gestão e armazenamento de dados mais a sério, e hoje o nosso Luis Costa explica-nos o que a achou do QNAP 453B.


Introdução


Backups, aquela coisas "chata" que a maioria das pessoas ignora... até ao momento em que já é tarde demais. Quem é que ainda não recebeu pedidos de familiares ou amigos, a perguntar como podem recuperar o conteúdo de um disco ou cartão de memória que se avariaram? Os discos avariam, é um facto. Em casa tenho um monte deles a comprová-lo. Felizmente, só uma vez perdi parte dos dados que tinha num disco - parte e não a totalidade, porque tenho o hábito de fazer backups da informação que não quero/posso perder.

Os NAS (Network Attached Storage) são, desde há muito, uma das minhas áreas de interesse; sendo por isso com prazer acrescido que faço as análises a estes equipamentos. Quando me perguntaram se queria testar o QNAP TS-453B aceitei prontamente, sem saber que estava na presença daquilo que se poderá chamar o Ferrari dos NAS.

O QNAP TS-453B



Olhar para a caixa e ver que o TS-453B vem com 4GB de RAM (suporta até 8GB) foi logo um bom prenúncio. Depois, temos um processador Celeron J3455, quatro slots para discos, 5 portas USB 3.0 e duas portas Ethernet Gigabit. Sendo esta uma máquina pode também ser uma estação de trabalho, tem ainda duas portas HDMI, saída e entrada de áudio 3.5mm, um leitor de cartões SD e uma porta USB tipo-C. No interior, conta com um slot de expansão e, na frente, um mini ecrã OLED com dois botões, que dá um toque de requinte ao equipamento. Falta ainda referir que o NAS também "fala". Sim, no final do primeiro arranque, sou surpreendido com uma mensagem a informar que o arranque tinha sido bem sucedido; modernices. :)


Dentro da caixa, além do NAS, a QNAP disponibiliza dois conjuntos de parafusos, dois cabos de rede, transformador para a alimentação do equipamento, a documentação de referência e um comando e respectivas pilhas. Uma nota para este último, que apesar de ainda não ter a funcionalidade air mouse, já está num nível muito acima daquilo que a marca incluía noutros modelos de NAS.


Na frente do NAS, temos o botão de power e ao seu lado, o ecrã OLED. Por baixo destes, quatro LEDs de notificação: status, LAN, USB e SD. O leitor de cartões SD, porta USB tipo-C, porta USB tipo A e um botão para cópia automática, fecham a lista de opções na parte frontal.


Na traseira, duas entradas para microfone, saída de áudio, duas portas HDMI, quatro portas USB 3.0, duas portas de rede e a entrada para a alimentação.



Para terem acesso ao interior do NAS, há que remover a tampa frontal. Para isso, basta destrancar o fecho na lateral esquerda e deslizar um pouco a tampa para o lado esquerdo.



Os adaptadores dos discos são destrancados na parte superior, sendo necessário algum cuidado para não danificar os mesmos. Basta um toque na posição certa para os fazer deslizar.



Cada adaptador possui duas peças que servem para efectuar o travamento do disco. Basta instalar as mesmas, uma de cada lado, nos orifícios destinados aos parafusos para fixar os discos numa caixa de PC.


Depois de instaladas as duas peças em cada disco, podem deslizar o mesmo até que o adaptador fique travado.



Na lateral interior direita, temos os dois slots para a memória RAM. O acesso aos mesmos poderá não ser muito fácil pois o espaço é reduzido. Devem ter alguma paciência neste processo, para não danificar o slot e/ou módulos de memória.



Ainda no interior, temos na zona superior um slot PCIe, que permite adicionar funcionalidades extra a este NAS.


A QNAP comercializa algumas placas de expansão para este fim, com destaque para a QM2-2P10G1T, que oferece dois slots M.2 2280 PCIe NVMe SSD e uma porta de rede 10GbE.



Em termos de software, podem contar com o QTS, agora numa versão 4.3, onde vão encontrar a habitual variedade de aplicações para todos os fins possíveis que se possam imaginar. Neste campo, uma nota menos positiva para a opção que as diferentes marcas (não é só a QNAP...) apresentam no suporte a discos com partições exFAT.


Caso pretendam utilizar este sistema de ficheiros, terão de comprar uma licença no valor de $3.99. Tendo em conta o preço de comercialização dos NAS, é uma poupança que se torna difícil de entender.


Caso pretendam tirar o máximo partido das potencialidades deste NAS, deverão ter em consideração alguns pormenores ao criarem o RAID para o armazenamento de dados. Se pretenderam utilizar o sistema de snapshots para efectuar cópias de segurança, terão de escolher um tipo de armazenamento Thick ou Thin (um aloca o espaço na totalidade, o outro é mais versátil, não cativando imediatamente o espaço na criação do volume).


As snapshots vão fazer uma cópia bloco a bloco, para o espaço livre que obrigatoriamente terão de deixar reservado para esse efeito. Ou seja, quando definirem o espaço a atribuir ao volume, terão de deixar uma parte livre para as snapshots. Assim sendo, o melhor será comprar uns discos com maior capacidade de armazenamento, senão acaba por vos acontecer o mesmo que a mim, que fiquei com o espaço total ocupado, não tendo armazenamento livre para as snapshots, que tão úteis poderão ser para resolver problemas com ransomware e outros.


Em termos de desempenho, não surpreende o facto do hardware deste TS-453 conseguir saturar uma ligação gigabit, pois os NAS que temos vindo a testar, embora tendo menor capacidade de desempenho, já o tinham conseguido fazer anteriormente. Este NAS é uma máquina talhada para outros voos, daí a placa de rede 10Gb, para poder espremer os discos ou SSD até ao seu limite - mas que obrigará a que também o resto da rede doméstica esteja apta a tirar partido dessa velocidade.


Tudo isto tem naturalmente um preço e o deste TS-453B não foge à regra. Os mais de 600€ que custa não terão como alvo o utilizador comum, até porque este tem à sua disposição outros modelos substancialmente mais baratos e igualmente capazes de boas prestações. Este NAS QNAP é destinado a pequenas e médias empresas ou profissionais / utilizadores avançados, que necessitem de uma máquina com desempenho superior.

Se for essa a vossa posição, têm neste TS-453B um modelo a considerar... senão, será melhor limitarem as opções em função do orçamento disponível, e verem outros QNAP mais económicos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]