2018/02/18

Fabricante automóvel alemão fica surpreendido com Model 3 da Tesla


No final de Janeiro tivemos a notícia de que alguns fabricantes de automóveis alemães já tinham feito voar alguns Tesla Model 3 para a Europa para os desmontarem e analisarem em detalhe; e agora surge a "confirmação" disso mesmo, com resultados que aparentemente os terão surpreendido.

O jornal alemão Süddeutsche Zeitung refere que um dos grandes fabricantes alemães (o que significará Mercedes, grupo VW, ou BMW) conseguiu comprar um Tesla Model 3 por 185 mil euros (preço inflacionado, mas que se torna compreensível em função da "curiosidade" acerca deste modelo) e que o sujeitou a testes intensivos durante 10 dias, antes de o desmontar por completo.

Embora o jornal não tenha tido acesso aos relatórios técnicos (mau era), dá-nos as impressões dos engenheiros que estiveram envolvidos neste processo, dizendo que os mesmos ficaram bastante impressionados com a parte da gestão da energia eléctrica, consistindo em componentes compactos modulares, bem protegidos mas facilmente acessíveis. O design minimalista do habitáculo também foi apreciado - podendo ser um sinal das tendências dos demais fabricantes para o futuro.

... Bem... os fabricantes alemães já saciaram a sua curiosidade; agora resta aos consumidores europeus saberem quando é que poderão começar a receber os seus Model 3... e se isso acontecerá antes de começarem a chegar alternativas concorrenciais apetecíveis ao mercado.

7 comentários:

  1. Agora que eles já sabem com se faz, que usem esse conhecimento para fazer igual mas uns 5 a 10 mil euros mais barato.

    ResponderEliminar
  2. Os Alemães e Franceses estão já numa fase de desenvolvimento muito avançada, que não se tenha nenhumas dúvidas sobre isso, aliás irão surgir certamente neste Continente carros construídos certamente com melhor qualidade e mais acessíveis que os Tesla , de outra forma não se entenderia as metas que foram traçadas quer pelos Alemães quer pelos Franceses, só falta agora a Itália se posicionar e dar uma data para que os motores de combustão interna passem há historia .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entretanto a Tesla está a dormir à sombra da bananeira, calmamente à à espera dos europeus. E também deitaram ao caixote do lixo a capacidade de inovação que lhes permitiu deixar o resto da malta para trás.

      Eliminar
  3. Baterias. Acho que assim que o preço descer e a capacidade de carga aumentar, a Tesla terá verdadeiras razões para se preocupar.
    Até lá...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até lá mudam as baterias se necessário

      Eliminar
  4. Os antigos contrutores de carros não se preocupam em construir carros electricos acessiveis, porque não lhes interessa, os carro electricos tem baixa manutenção e muito menos desgaste e não lhes dá lucro a longo prazo, ao contrario dos de combustão que tem vários desgaste e não esquecer o lobby do petroleo que lhes dá algo para continuarem a construir carros de combustão em vez de electricos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas podem aplicar tácticas à Apple... com o "envelhecimento das baterias" o carro começa a ter a velocidade máxima limitada a 100km/h... e depois 60km/h... até que se pague por novas baterias. (Bem, na Tesla também já temos o pagar para desbloquear a capacidade extra da bateria... :)

      Eliminar

[pub]