2018/02/13

LineageOS passa a contar com lista de requisitos mínimos


Os responsáveis por este projecto acabam de criar um documento de trabalho que visa definir os requisitos mínimos para que o firmware LineageOS possa ser utilizado. Assim, evitam-se as incógnitas e frustrações de tentar aplicar este Android alternativo a dispositivos que não o poderão suportar adequadamente.

Longe vão os tempos em que o CyanogenMod era a grande referência no mundo das distribuições Android alternativas. Hoje em dia temos o LineageOS a ocupar esse lugar, estando neste momento instalado e mais de 1.5 milhões de equipamentos.

A história e tradição do CyanogenMod passaram para o LineageOS, o que lhe permitiu angariar uma legião de fãs logo desde o primeiro momomento, prontos a experimentarem um novo firmware. Isto seria algo difícil de acontecer com outro novo projecto, pois os utilizadores tendem a não arriscar em demasia quando se trata de um firmware alternativo.



Em termos de equipamentos, não será propriamente surpresa o facto de o OnePlus One (com o nome de código "bacon") continuar a ser o smartphone mais popular entre aqueles que utilizam esta ROM alternativa como forma de manterem o seu smartphone actualizado. No segundo lugar aparece um smartphone que, não fosse o software que apresentava à altura do seu lançamento, teria sido ainda mais popular: o Samsung Galaxy S3. A terceira posição do pódio vai para outro Samsung, o Galaxy S5, se bem que muito curta distância do Moto G (2015).

Em termos de países, tirando o grosso dos desconhecidos (países não especificados), temos a Índia, China e Brasil a dominar as instalações activas do LineageOS.

A definição destes requisitos mínimos para o LineageOS acaba por poder ser vista como uma nova aproximação aos fabricantes que pretendam disponibilizar um smartphone que possa optar por usar este LineageOS de forma oficial... mas mesmo que isso não venha a acontecer, simplificará a vida aos utilizadores, que assim poderão mais facilmente descobrir se o seu smartphone estará apto a funcionar em pleno com esta versão do Android.

1 comentário:

[pub]