2018/02/19

VISA admite culpa no caso dos débitos repetidos na Coinbase


A suspeita sobre a Coinbase no estranho caso dos débitos repetidos nas contas dos clientes chega ao fim, com a VISA a reconhecer publicamente que o problema não foi da Coinbase, como inicialmente tinha dito.

Como se costuma dizer, "com dinheiro não se brinca", e o facto de surgirem débitos inesperados e repetidos a favor da Coinbase era o tipo de coisa que definitivamente não seria bem tolerada pelos clientes. A Coinbase disse que se tratava de um problema devido a uma alteração feita pela VISA e bancos associados, e que estava em processo de tratar de todos os reembolsos; mas tudo se complicou quando a VISA emitiu um comunicado oficial a dizer que não tinha feito qualquer alteração, e que a culpa era mesmo da Coinbase.

Pois bem... afinal o problema era mesmo da VISA, e felizmente (embora tardiamente) lá veio reconhecer o seu erro.

A origem do problema é que a VISA e bancos decidiram reclassificar a Coinbase de modo a que os pagamentos com cartões de débito usados para comprar criptomoedas sejam classificados como "cash advance", ou seja, equivalente a fazerem o levantamento de dinheiro a crédito numa caixa multibanco usando um cartão VISA. Com essa mudança a VISA e bancos podem cobrar taxas mais elevadas do que se fosse um pagamento VISA normal.

Portanto, a Coinbase volta a recuperar a sua reputação, mas se por lá fizerem compras via cartão de crédito, preparem-se para pagar taxas mais elevadas cobradas pela VISA e bancos.

1 comentário:

  1. Os bancos e o sistema financeiro tradicional a começar a acusar medo:
    https://br.cointelegraph.com/news/polish-central-bank-secretly-funds-anti-crypto-youtube-propaganda-videos

    ResponderEliminar

[pub]